Notícia Vip

MT prepara a compra de 20 bafômetros para reforçar "Lei Seca"

As fiscalizações que proíbem motoristas de pegarem no volante após consumo de álcool, prometem ficar mais duras em Mato Grosso.

As fiscalizações da chamada “Lei Seca”, que proíbe motoristas de pegarem no volante após consumo de álcool, prometem ficar mais duras em Mato Grosso. O Governo do Estado prepara um processo licitatório para aquisição de 20 “etilômetros” – aparelhos utilizados pelos policiais para realização de “testes do bafômetro”.

O pregão eletrônico, modalidade de concorrência entre empresas onde os lances são realizados pela internet, está previsto para ocorrer na próxima terça-feira (18) as 13h (horário local). O tipo escolhido para a disputa será o “menor preço”, que consiste na proposta mais vantajosa para o Estado em termos econômicos.

As propostas das empresas interessadas podem ser realizadas até 12h30 do dia 18 de abril. Cada aparelho tem estimativa de preço de R$ 10.025,00 totalizando R$ 200.500,00 pelas vinte unidades. A vigência do contrato é de doze meses, com possibilidade de prorrogação. Mais informações podem ser obtidas no site www.gestao.mt.gov.br

Lei seca

De janeiro até o dia 20 de março de 2017, o Governo de Mato Grosso prendeu 50 motoristas por dirigirem embriagados no Estado. Até a data, 16 operações da “Lei Seca” foram realizadas em dez municípios mato-grossenses, de acordo com informações do Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Estado de Segurança Pública (GGI-Sesp).

As ações resultaram em 510 Autos de Infração de Trânsito (AIT’s) e 239 Autos de Infração por Alcoolemia – estado onde há concentração passageira de álcool no sangue, típico após ingestão de bebidas alcoólicas.

Até o último dia 20 de março, as cidades de Cuiabá, Sinop, Barra do Garças, Lucas do Rio Verde, Tangará da Serra, Rondonópolis, Cáceres, Jaciara, Juína e São José dos Quatro Marcos haviam recebido a operação, que consiste em bloqueios nas ruas por autoridades que submetem motoristas ao etilômetro (o teste do bafômetro).

Participam das operações a Polícia Militar (PM), a Polícia Judiciária Civil (PJC), o Corpo de Bombeiros, a Politec, e o Departamento de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT). Além das corporações, o Ministério Público Estadual (MPE-MT), a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Polícia Rodoviária Federal (PRF), assim como o Batalhão de Trânsito e a Delegacia de Trânsito, também dão suporte a iniciativa.

Aqueles que são flagrados dirigindo embriagados são penalizados com 7 pontos na carteira de motorista, além do pagamento de multa de R$ 2.934,70

Página:

http://www.noticiavip.com.br/noticia//2017/04/15/mt-prepara-a-compra-de-20-bafometros-para-reforcar-lei-seca/1389.html