Notícia Vip

DNIT faz vistas grossas para situação de precariedade da BR 163

Publicado dia 09/03/2018 às 18h15min

Trecho entre Matupá e Peixoto de Azevedo está um caos e representa perigo aos que transitam pela rodovia federal.

Os motoristas que trafegam pela BR-163 entre Matupá e Peixoto de Azevedo reclamam e denunciam as péssimas condições do pavimento asfáltico da rodovia federal.

Em vários trechos o asfalto está como se estivesse diluindo ou cedendo, formando ondulações e deformidades na pista. Além disso, observam-se neste segmento vários buracos e enormes crateras que estão danificando os veículos e provocando acidentes.

A situação é tão caótica que caminhões, caminhonetes, veículos de passeio e até motocicletas são obrigados a invadir a pista contrária e transitar na contra-mão para desviar-se das ‘panelas’ existentes demasiadamente neste percurso da auto-estrada.

Os usuários da rodovia BR-163, que por sua vez são cidadãos contribuintes que pagam os tributos e impostos em dia, exigem a tomada de medidas urgentes por parte do DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, no sentido de promover uma recuperação de melhor qualidade, mesmo que paliativamente neste período de intensas chuvas no norte de Mato Grosso.

A situação está mais complexa devido ao grande fluxo de caminhões graneleiros e gaiolas de transporte de gado que movimentam os armazéns e frigoríficos da região. O perigo é uma constante inclusive para quem utiliza o transporte coletivo intermunicipal.

Enfim, todos reclamam da buraqueira que tem causado a danificação de peças, acessórios, pneus e também provocado insegurança, uma vez que por diversas vezes já foram registrados incidentes com veículos saindo da pista e parando no barranco as margens da rodovia que também é freqüentada por ciclistas.


Fonte Notícia Vip


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.