Notícia Vip

MPE notifica Estado e Município para disponibilização de Ambulâncias

Publicado dia 31/08/2016 às 07h06min

Promotora de Peixoto de Azevedo notifica Município e o Estado para solução de problemas ligados a precariedade do transporte de pacientes.

Em entrevista concedida a nossa reportagem a Promotora de Justiça, Daniele Crema da Rocha, falou da precariedade da frota de ambulâncias disponibilizadas para os atendimentos de emergência, e que fazem o transporte de pacientes para o Hospital Regional de Peixoto de Azevedo e demais Polos de Saúde do estado de Mato Grosso.

O Ministério Público Estadual está fazendo interpelações extrajudiciais a fim de sanar o problema relacionado a precariedade das unidades móveis de saúde (ambulâncias), que apresentam sérios problemas de ordem mecânica, elétrica e que estão em péssimo estado de conservação, além da agravante defasagem ligada ao tempo de vida útil dos automóveis e o aumento de demanda devido ao crescimento populacional.

A Promotora de Justiça, Daniele Crema da Rocha, esteve reunida com o Secretário Municipal de Saúde e solicitou a priorização do processo de revitalização da frota de ambulâncias com serviços mecânicos e de funilaria ou aquisição imediata de novas ambulâncias para atender os cidadãos de Peixoto de Azevedo e distrito União do Norte.

A SMS já está providenciando a reforma de uma das ambulâncias antigas e medidas estão sendo tomadas para abertura de processo licitatório visando a compra de uma unidade móvel de saúde 0 km que custará aos cofres públicos algo entorno de R$ 140 mil para suprir o déficit existente.

A Promotoria de Justiça estará encaminhando notificações recomendatórias ao Governo do Estado de Mato Grosso e a Secretaria de Estado de Saúde para que façam urgentemente a entrega das ambulâncias já anunciadas nos veículos de comunicação a meses e que ainda não saíram da teoria.

“Precisamos que esta problemática seja sanada. Em diversas ocasiões o cidadão acometido por doença ou acidente, e que precisa ser translado para os hospitais e clínicas da região, se deparam com ambulâncias depredadas e em péssimas condições de transporte de pacientes, tornando-o impróprio, inseguro e desumano. Estamos encaminhando ao Município e ao Estado notificações recomendatórias para que haja a priorização deste imprescindível serviço público”, enfatizou a Promotora Dra. Daniele Crema da Rocha.


Fonte Notícia Vip


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.