Em protestos, motoristas bloqueiam dois trechos da BR-163 pelo 7º dia

Publicado dia 07/08/2017 às 18h34min

Manifestações ocorrem contra o aumento do PIS/Cofins sobre os combustíveis, decretado recentemente pelo governo federal.

Para protestar contra o aumento do combustível, os caminhoneiros bloqueiam pelo sétimo dia dois trechos da BR-163 em Mato Grosso. Os bloqueios começaram na terça-feira (1º) nestes mesmos locais e em outros trechos do estado. Não há informações sobre o número de manifestantes nos locais.

De acordo com a Rota do Oeste, concessionária que administra a rodovia, as manifestações acontecem no km 686 em Lucas do Rio Verde (a 360 km da capital) e no km 747 em Sorriso (a 420 km de Cuiabá).

Os manifestantes impedem a passagem de veículos de carga. É liberada a passagem de veículos pesados com carga viva e perecível e demais tipos de veículos.

Os trechos, segundo a concessionária, foram bloqueados no começo da manhã e desbloqueados no início da tarde. A previsão é que os trechos sejam desbloqueados no fim da tarde.

Alta do combustível

No último dia 20, o governo anunciou um decreto aumentando a alíquota do PIS e Cofins sobre os combustíveis. A tributação sobre a gasolina subiu R$ 0,41 por litro; a do diesel, R$ 0,21; e a do etanol, R$ 0,20 por litro.

O decreto chegou a ser suspenso por decisão de um juiz da 20ª Vara Federal de Brasília em 25 de julho. A Advocacia Geral da União recorreu e, no dia seguinte, o Tribunal Regional Federal (TRF-1) anulou a decisão que suspendia o aumento.

A Justiça Federal em Macaé, no interior do Rio, suspendeu o aumento das alíquotas do PIS e Cofins sobre a gasolina, o diesel e o etanol. A decisão, publicada na tarde desta quinta-feira (3), é válida para todo o território nacional e suspende os efeitos do Decreto 9.101/207, de 20 de julho, que aumentou, em média, em R$ 0,41 o preço do litro do combustível.


Fonte G1 MT


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.