Notícia Vip

Mil postos de Mato Grosso estão com zero de combustível

Publicado dia 28/05/2018 às 15h31min

Nos locais onde ainda há produtos, as filas são quilométricas e os motoristas podem ficar até duas horas para conseguir chegar até a bomba.

Todos os mil postos de combustíveis do Estado foram afetados com a greve dos caminhoneiros, que já dura 8 dias no país, segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de Mato Grosso (Sindipetróleo-MT). O desabastecimento é geral e todos os postos estão com falta de algum tipo de produto.

De acordo com a assessoria do Sindipetróleo, em Cuiabá e Várzea Grande há ao todo 240 postos e somente alguns estão conseguindo receber cargas de combustíveis.

Nos locais onde ainda há produtos, as filas são quilométricas e os motoristas podem ficar até duas horas para conseguir chegar até a bomba.

Os postos que conseguiram receber combustível vão oferecer o produto por, no máximo, duas horas.

Em Chapada dos Guimarães, todos os postos estão desabastecidos e, em alguns, os proprietários colocaram fitas de isolamento para avisar à população sobre as falta de combustíveis.

Conforme o Sindipetróleo, as cargas que atendem o Governo do Estado estão sendo escoltadas para abastecer veículos oficiais, como ambulâncias e viaturas da polícia.

Em Rondonópolis, o Sindipetróleo informou que por ordem judicial e com escolta, as distribuidoras foram autorizadas a deixar os caminhões saírem das empresas.

Somente os postos das bandeiras BR e Ipiranga conseguiram a disponibilidade de 500 mil litros de combustíveis para abastecimento. Esta quantidade atende apenas 50% dos postos existentes na cidade e não deve durar por muitas horas.

Na baixada cuiabana e no Norte do Estado a preocupação ainda é grande.

 


Fonte Repórter MT


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.