Redes Sociais
Redes Sociais

Matupá

Mulheres do PAIF recebem palestra da campanha 'Quebrando o Silêncio'

O Tema deste ano é o Suicídio e abordagens sobre a prevenção contra o abuso e a violência doméstica.

Quebrando o Silêncio
Foto: Divulgação

O Centro de Referencia de Assistência Social – CRAS estabeleceu parceria junto a Igreja Adventista para realização da campanha ‘Quebrando o Silêncio’, um projeto educativo e de prevenção contra o abuso e a violência doméstica. Está sendo amplamente discutida e abordada nas palestras a potencialização da conscientização da comunidade em denunciar abusadores e ajudar as vítimas. O tema de 2018 é suicídio.

Palestras, dinâmicas, roda de conversa, orientações e aconselhamentos estão sendo propostos e direcionados por equipes multiprofissionais compostas por: psicólogos, assistentes sociais, pastores, técnicos e educadores.

A Psicóloga, Antônia Celes Lima do Nascimento, palestrou para as mulheres que fazem parte do Programa de Apoio Integral a Família – PAIF, e para as Crianças e Adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV. Ela enfocou a importância da observação minuciosa dos indícios que podem levar pessoas a cometerem o suicídio, quer seja o cansaço emocional, isolamento social e até mesmo o sono excessivo que evidencia o “pedido de socorro” de quem não está lidando bem com seus problemas e que pode enxergar na morte uma solução, ainda que ilusória.

“Neste contexto apresentamos as pessoas as ferramentas, mecanismos e instrumentos que podem em absoluto contribuir para a queda desses índices e colaborar para que os que sofrem com seus dramas pessoais tenham uma vida plena, feliz, estabilizada, fraterna e próspera”, salientou a Psicóloga Celes.

A Coordenadora do Projeto ‘Quebrando o Silência’, Geni Teixeira, alertou que são muitos os motivos que levam ao suicídio, a exemplo do distúrbio mental, depressão e ansiedade, de um abuso sexual, e de problemas sociais. “Este ano a Igreja Adventista está totalmente mobilizada para orientar, auxiliar e oferecer apoio a essas pessoas para que saibam também como agir preventivamente”, disse Geni Teixeira.

O Coordenador do CRAS, Rodrigo Ricieri, lembrou que palestras foram proferidas no PAIF, SCFV e ainda esta semana será desenvolvida na Gleba Liberdade (Alto Alegre e Flor da Serra) e no dia 05 de setembro realizará a Caminhada de Valorização a Vida pelas principais ruas e avenidas da cidade de Matupá.

  

Comentários
Aviso legal: Todo e qualquer texto publicado na internet através do Notícia Vip , não reflete a opinião deste site ou de seus autores e são de inteira responsabilidade dos leitores que publicarem.

Peixoto de Azevedo

COOGAVEPE realiza hoje Assembleia Geral em Peixoto de Azevedo

Acontece logo mais as 19:00 horas no Pavilhão da Igreja Católica de Peixoto de Azevedo a Assembleia Geral Ordinária da COOGAVEPE.

COOGAVEPE realiza hoje Assembleia Geral em Peixoto de Azevedo
Foto: Divulgação

Acontece logo mais as 19:00 horas no Pavilhão da Igreja Católica de Peixoto de Azevedo a Assembleia Geral Ordinária da COOGAVEPE – Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto. Todos os mais de 5.600 cooperados de Peixoto de Azevedo, Matupá, Guarantã do Norte, Novo Mundo, Terra Nova do Norte e Nova Guarita estão sendo convocados pela Diretoria Executiva da instituição de classe.

Na oportunidade estarão em pauta:

- Prestação de Contas do Exercício 2018

- Apresentação dos Relatórios de Gestão Administrativa e Balanço Patrimonial

- Lançamento da Campanha Cooperado Premiado 2019

- Planejamento Estratégico e de Metas para o ano de 2019

- Assistência Técnica e Monitoramento em Projetos de Recuperação de Áreas

- Educação Ambiental, Saúde do Garimpeiro e Contribuição Individual ao INSS

- Parcerias Público Privadas no Setor de Mineração

- Cumprimento das Obrigatoriedades Ambientais e Fiscalização dos Órgãos Fiscalizadores

- Apresentação do Estatuto Social da Cooperativa de Garimpeiros

“É preciso que os cooperados se conscientizem de que uma assembleia é um trabalho coletivo e decisivo na busca do bem comum para a atividade garimpeira e para as comunidades. Ela Possibilita o intercambio de idéias e experiências, potencializa a produtividade da instituição e fortalece os princípios do cooperativismo. Precisamos da participação de todos para alavancar os empreendimentos minerais de uma forma organizada, legalizada, sustentável e capaz de gerar cada vez mais empregos, fomentação econômica e arrecadação tributária aos municípios, além de promover a valorização do trabalho do garimpeiro cooperado”, salientou o Presidente da COOGAVEPE, Gilson Gomes Camboim.   

Ao contrário das operações do IBAMA em outros estados da federação onde são apreendidas máquinas, efetuadas prisões de garimpeiros e destacadas multas exorbitantes devido ao desenvolvimento da extração mineral clandestina, na região de abrangência da Cooperativa de Garimpeiros em Mato Grosso, a instituição busca por meio de sua equipe administrativa, técnica ambiental, jurídica e de comunicação, instruir, orientar e dar legalidade as áreas a serem mineralizadas dentro dos preceitos da legislação ambiental vigente.

Desta forma garantindo não apenas o acesso aos licenciamentos, mas acompanhando o processo de recuperação dos passivos, funcionalidade do garimpo dentro dos padrões exigidos, prestando assistência social aos cooperados e promovendo pesquisas tecnológicas. Todos esses fatores são essenciais perante os órgãos competentes fiscalizadores, evitando que a informalidade do garimpeiro resulte em transtornos, perdas financeiras e maiores complicações no contexto judicial.

Continue Lendo

Brasil

Terceira e última superlua de 2019 poderá ser vista nesta quarta

Ela atinge o perigeu: ponto da órbita mais próximo da Terra.

Terceira e última superlua de 2019 poderá ser vista nesta quarta
Foto: Superlua

De tempos em tempos, a Lua parece maior. Ela atinge o perigeu: ponto da órbita mais próximo da Terra. A tudo isso chamamos de "superlua". A terceira e última do ano ocorre nesta quarta-feira (20) - junto com a chegada do outono.

- A Lua estará cheia às 22h43;

- O outono começa às 18h58;

- Distância da Lua da Terra: cerca de 360 mil quilômetros.

O termo "superlua" surgiu em 1979 e não é o que poderíamos chamar de um "conceito astronômico". Ele é usado fora do meio acadêmico para fazer referência à união do perigeu com a Lua cheia. Não é uma situação rara de apreciar, mas é uma excelente oportunidade para quem quer começar a observar o céu.

Neste ano, já ocorreram duas superluas: uma em 21 de janeiro e outra em 19 de fevereiro.

Detalhes importantes:

- A órbita da Lua ao redor da Terra tem forma elíptica - uma forma oval que aproxima e distancia o satélite do nosso planeta;

- O ponto mais distante dessa elipse é chamado apogeu. É quando acontece a Microlua;

- O ponto mais próximo é o perigeu;

- Quando a Lua está cheia e em seu perigeu (Superlua), ela pode parecer até 14% maior e 30% mais brilhante ao ser vista da Terra do que no momento do apogeu, segundo a Nasa.

Continue Lendo

BR 163

DNIT retoma obras de recuperação da BR-163 Matupá a Guarantã do Norte

Obras deverão estar concluídas em 90 dias segundo Engenheiros do DNIT.

DNIT retoma obras de recuperação da BR-163 Matupá a Guarantã do Norte
Foto: Obras na BR 163

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT, retomou as obras de restauração da rodovia BR-163 no trecho Ponte do Rio Peixoto Matupá sentido a Guarantã do Norte na divisa com o estado do Pará.

A empreiteira Vilaza Construtora está responsável pelos serviços de fresagem, ou seja, a remoção e reciclagem do pavimento danificado para posterior aplicação de nova capa asfáltica em todos os pontos mais críticos da pista.

Este é um processo de reconstrução parcial da estrutura do pavimento. Pelas informações dos engenheiros da Vilaza, o trecho da BR-163 Matupá-Guarantã do Norte deverá estar revitalizado integralmente em 90 dias, onde os trabalhos executados tornarão a estrutura do pavimento mais uniforme e resistente, tendo em vista o grande fluxo de tráfego de veículos pesados que fazem o transporte de grãos do Vale do Peixoto.

Homens e máquinas trabalham para revitalizar a rodovia Cuiabá-Santarém e o DNIT já passou por Terra Nova do Norte, Peixoto de Azevedo e agora Matupá e Guarantã do Norte.

Nestes trechos são observados o aumento de buracos, ondulações, deterioração do asfalto, erosões as margens da pista, entre outros problemas que deverão ser sanados.

Os condutores de veículos que utilizam a Cuiabá-Santarém acreditam que este trabalho desenvolvido pelo DNIT seja de melhor qualidade, garantindo assim sua maior durabilidade, fator positivo para fluidez e segurança na BR-163 na ligação dos municípios de Peixoto de Azevedo, Matupá e Guarantã do Norte.

Aproveitando ao máximo o breve período de estiagem as obras prosseguirão e é importante que os motoristas fiquem atentos e respeitem a sinalização orientativa de trânsito que está sendo controlado pelo sistema Pare e Siga. As obras acontecem neste momento nas imediações da Ponte do Rio Peixoto e entrada do Frigorífico Frialto.

Continue Lendo

Mais Vistas