Notícia Vip

MP investiga garimpo ilegal no Bairro Nova Esperança

Publicado dia 06/05/2015 às 11h24min

Foi instaurado inquérito civil para apurar a possível existência de garimpo de extração de ouro praticamente dentro da cidade.

Após notificação da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, o promotor da Defesa do Meio Ambiente, Henrique de Carvalho Pugliesi, instaurou mais um inquérito civil para apurar a possível existência de um garimpo para extração de ouro em Peixoto de Azevedo (200 quilômetros de Sinop).

É o segundo procedimento de investigação instaurado, em menos de um mês, pela promotoria do município para investigar o mesmo problema. Desta vez, conforme consta na portaria do MP, a propriedade investigada fica próximo ao bairro Nova Esperança. Alguns dias antes, o promotor iniciou a apuração de uma denúncia que apontava a existência da atividade, considerada ilícita “sem a licença ou autorização dos órgão ambientais competentes”, em uma propriedade rural, localizada no Projeto de Assentamento ETA.

No total, levando em consideração os dois inquéritos, cinco pessoas já figuram como investigadas. Cópias dos documentos obtidos deverão ser encaminhados à Delegacia de Polícia Federal, em Sinop, “para fins de instauração de inquérito policial para apuração da ocorrência de crime ambiental”.

Não foram fixados prazos para encerramento das investigações. Fiscais da gerência de Sinop do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) flagraram, no ano passado, em uma área de preservação permanente próxima ao rio Braço Norte, em Novo Mundo (a apenas 38 quilômetros de Peixoto), uma atividade garimpeira ilícita. Foi encontrado um acampamento para 20 pessoas e algumas balsas estavam sendo montadas para instalação de motobombas.

O arrendatário foi autuado por destruir alguns hectares da área e teve um trator de esteira, uma escavadeira hidráulica, um caminhão prancha, uma Mitsubishi L200, um gerador e três conjuntos de motobombas apreendidos.

Todos estes equipamentos foram encaminhados aos pátios das prefeituras da região. Mato Grosso ocupa primeiro lugar na produção de ouro destinado ao mercado financeiro. O Estado comercializou, em 2013, 9,93 toneladas de ouro, segundo a Metamat (Companhia Mato-grossense de Mineração). Desse montante, mais de 50% são provenientes dos garimpos e o restante foi extraído por mineradoras. 


Fonte Só Notícias


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.