Notícia Vip

Projeto de Lei assegura ajuda de custo em transporte de acadêmicos Peixotenses

Publicado dia 29/04/2017 às 09h38min | Atualizado dia 29/04/2017 às 17h02min

Vereador Joranir Soares comemora aprovação de projeto que dispõe sobre ajuda financeira para Associação de Universitários.

Os mais de 1.200 acadêmicos de Peixoto de Azevedo comemoram a aprovação do Projeto de Lei Nº 010/2017 de autoria do vereador Joranir José Soares (PPS) que dispõe sobre a ajuda de custo por parte da Prefeitura Municipal através da Secretaria de Educação no sentido de manter o transporte das pessoas que cursam o ensino superior na Facíder, UNEMAT, UNOPAR, Uniasselvi, UNIFLOR, entre outras instituições estabelecidas na região Vale do Peixoto.

03 ônibus fazem o transporte dos acadêmicos dos mais diferentes cursos superiores. Além de arcarem com mensalidades que variam entre R$ 700,00 a R$ 1.200,00 -- os alunos estavam encontrando sérias dificuldades para arcar com outros R$ 250,00 destinados para aquisição de combustível, fator que estava comprometendo a permanência dos mesmos nos estudos com vistas a sua formação.

 

O vereador Joranir Soares saiu em defesa da Associação dos Universitários para que os mesmos pudessem continuar cursando o ensino superior mais próximos de seus lares e familiares, como é o caso de Colíder e Guarantã do Norte.

“Foram várias reuniões com as faculdades e a Prefeitura de Peixoto de Azevedo para se chegar a equalização do problema e o desenvolvendo de políticas, programas e ações voltadas à democratização do acesso ao ensino superior nos municípios da região, neste caso em específico para viabilizar a diminuição de custos e a permanência do aluno nas instituições de ensino superior”, comentou o vereador Joranir Soares.

Com a aprovação unanime do projeto de lei e a sanção do Prefeito Municipal, Maurício Ferreira de Souza (PSDB), será feito um convênio assegurando recursos para o transporte dos acadêmicos. Esta atitude tomada pelo Poder Executivo Peixotense já está refletindo imediatamente no combate a evasão dos acadêmicos que estava sendo motivada pela dificuldade de acesso, ou seja, pela distância entre a casa dos alunos até as faculdades publicas e privadas que atuam no estremo norte de Mato Grosso.


Fonte Notícia Vip


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.