COOGAVEPE é Premiada pela Rede APL Mineral em Fortaleza-CE

Publicado dia 11/12/2017 às 19h45min

Projeto de Legalização dos Empreendimentos de Extração Mineral no Estado de Mato Grosso foi destaque no evento que tem o apoio do Ministério de Minas e Energia.

O XVI Seminário Nacional de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral e XI Encontro do Comitê Temático Rede APL Mineral, aconteceu no dias 07 e 08 de dezembro em Fortaleza, e teve como foco as oportunidades e desafios encontrados pelo setor governamental, empresarial e das instituições de pesquisa que atuam nos Arranjos Produtivos Locais (APLs) de base mineral.

Os eventos, organizados pelos ministérios de Minas e Energia (MME); Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC); Indústria e Comércio Exterior e Serviços (MDIC), e Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) debateram o atual cenário e o futuro dos APLs de base mineral.

Empresários, pesquisadores e profissionais da cadeia produtiva de minerais não metálicos também estiveram presentes.

Na oportunidade foram anunciados os nomes dos finalistas do Prêmio Melhores Práticas em Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral 2017. Um reconhecimento público que tem por finalidade principal divulgar as práticas inéditas realizadas no âmbito da cadeia produtiva do setor mineral brasileiro.

A Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto (COOGAVEPE) foi um dos destaques do XVI Seminário Nacional de Arranjos Produtivos Locais de Base Mineral e XI Encontro do Comitê Temático Rede APL Mineral em Fortaleza-CE.

O projeto assinado pelo Presidente da Cooperativa de Garimpeiros, Gilson Gomes Camboim e a Secretária Executiva, Kaoma Marques, totalmente avalizados e norteados pela equipe técnica ambiental foi classificado em 2º Lugar.

Com a utilização de recursos audiovisuais foram expostos os mecanismos, ferramentas, parcerias, gestões e alinhamentos burocráticos, técnicos, administrativos e jurídicos no processo de “Legalização dos Empreendimentos de Extração Mineral no Estado de Mato Grosso”, que por sua vez se tornara uma referencia para o Brasil.

Em 1º lugar ficou Francisco Wilson Hollanda Vidal, com a prática “Desenvolvimento de Tecnologias Sustentáveis para o Arranjo Produtivo Local de Caulim nos Pegmatitos RN/PB”. Na 3ª colocação Belmonte Amado Rosa Cavalcante, com a prática “Produção de Nova Telha (Brasil Gold) por Meio de Projeto Cooperativo de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação”.

O Presidente da COOGAEVEPE, Gilson Gomes Camboim, recebeu o Certificado e o Troféu Oficial outorgado pela Rede APL Mineral. O evento é apoiado pelo Banco do Nordeste, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), Centro de Tecnologia Mineral (CETEM), Sistema OCB, Ministério de Minas e Energia e do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

“É uma grande honra poder representar a nossa diretoria, colaboradores, técnicos, os municípios que compões a área de abrangência da Cooperativa, e em especial nos mais de 6.000 cooperados. Isso vai além de um reconhecimento, é a certeza de que estamos no caminho certo para fazer da Mineração com Sustentabilidade Ambiental uma das mais fortes cadeias produtivas para a economia Mato-grossense”, salientou o Gilson Gomes Camboim.


Fonte Notícia Vip com Núcleo de Comunicação Social do IBICT


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.