Notícia Vip

Inconformado com transferência, PM cometeu chacina em boate por vingança

Publicado dia 23/06/2017 às 08h27min

O soldado da PM, Rhael Jaime Gonçalves, 24 é apontado como responsável pela chacina que deixou quatro mortos em uma boate.

Apontado como responsável pela chacina que deixou quatro mortos em uma boate na madrugada desta quinta-feira (22), o soldado da Polícia Militar, Rhael Jaime Gonçalves, 24, teria cometido o crime por vingança. Depois de um desentendimento entre ele e os proprietários da casa noturna, localizada em Brasnorte (579 km de Cuiabá), o soldado foi removido para o município de Tangará da Serra (480 km da Capital). Inconformado chegou ao local com um comparsa, identificado Lucas Rafael Fernandes, 26, e cometeu o crime.

De acordo com a Polícia Civil, ele entrou no local com uma pistola calibre 380, de uso particular, e efetuou os disparos contra a dona do estabelecimento e as outras vítimas. Três delas morreram na hora e a quarta no hospital, após ser socorrida. Os corpos foram identificados como de Bruno Feitosa Comin, 22, Marlene dos Santos Marques, 40, Adilson Matias, 46, e Maria Auxiliadora dos Santos, 42. 

Após o crime, o soldado voltou ao quartel, onde inicialmente negou a autoria dos homicídios, porém foi detido pelo Subcomandante da Polícia Militar de Brasnorte que o apresentou imediatamente ao delegado de polícia da cidade, Waner dos Santos Neves.

Em continuidade às diligências, os policiais civis e militares de Bransnorte, com apoio da equipe de Sapezal e do Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) de Juína, localizaram o segundo executor do crime, Lucas Rafael. Os acusados serão interrogados e autuados em flagrante pelo crime.

Por meio de nota, a Polícia Militar (PM) destacou que a prisão do soldado em flagrante delito, assim como demais medidas legais foram imediatamente adotadas pelo comando do 1º Pelotão de Polícia Militar do município. A corporação informou ainda que o oficial comandante da 5º Companhia de Polícia Militar de Campo Novo do Parecis, unidade a qual o 1º Pelotão está subordinado, já está no local acompanhando os fatos.

“O coronel Wesley de Castro Sodré, comandante do 7º Comando Regional seguiu esta manhã para Brasnorte com o objetivo de acompanhar e adotar medidas legais complementares, entre as quais a instauração do inquérito policial militar(IPM) para apurar a conduta do soldado. O comandante-geral da PMMT, coronel Jorge Luiz de Magalhães, lamenta profundamente o ocorrido e adianta que todas as providências no sentido de esclarecer e punir o responsável estão sendo adotadas”, diz o texto.


Fonte Olhar Direto


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.