Estudante de 17 anos é dopada, levada para matagal e estuprada

Publicado dia 22/11/2017 às 11h54min

A Polícia Civil solicitou que a jovem passasse por exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML), que apontará se houve violência sexual. Crime foi registrado como estupro de vulnerável e lesão corporal.

A.A.S.S, 17, acordou sem o uniforme da EJA Sesi (Educação de Jovens e Adultos), e sentindo dores abdominais em um matagal, na região conhecida como "Julião". Nada foi furtado e ela conseguiu telefonar para a mãe e informar o ocorrido.

Segundo registro feito na Delegacia de Polícia de Cáceres, a mãe da adolescente informou que por volta das 9h30, a filha foi liberada da escola e seguia pela rua Bolívia, nos fundos do quarteirão do Exército, quando sentiu que alguém veio por trás dela e colocou algo em seu rosto.

Posteriormente, não se recorda de nada, apenas que acordou sem o uniforme, em meio ao mato e sentindo dores abdominais. Os objetos pessoais estavam no local.

A Polícia Civil solicitou que a jovem passasse por exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML), que apontará se houve violência sexual. Crime foi registrado como estupro de vulnerável e lesão corporal.


Fonte Gazeta Digital


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.