Mulher esfaqueada pelo marido depois de briga, morre no hospital

Publicado dia 01/03/2018 às 07h53min

A briga e o esfaqueamento foi presenciado pela filha do casal que estava na casa.

Após ser encaminhada pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Regional a mulher não resistiu e morreu depois de receber atendimento médico. A vítima identificada como Luzinete Soares de Oliveira de 49 anos, sofreu golpes na perna, que atingiu uma veia artéria e outra um pouco abaixo na mesma perna.

O homem identificado como Adolfo Henrique Kohde de 50 anos, continua em estado grave sob cuidados médicos. Ele também foi atingido por um golpe na veia artéria. A Polícia Militar esta no hospital tentando colher dados e informações para entender qual seria a motivação para o crime.

A filha confirmou para a Polícia Militar que o pai teria chego em casa bebado e discutido com ela. A mãe (vítima) não teria gostado e começou a discussão. O agressor se armou de uma faca, desferiu o golpe e depois tentado contra a própria vida.

O corpo de Luzinete esta no hospital e aguarda o Instituto de Medicina Legal (IML) para que seja realizado exames na Instituição pelo médico legisla.

Uma briga entre casal terminou na mulher e o homem atingidos por golpe de arma branca, na noite desta quarta-feira (28) no bairro Vila Mariana, Travessa 44. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu socorrer as duas pessoas com vida e encaminhá-los em estado grave para o Hospital Regional. A identificação das vítimas não foi confirmada.

Segundo o soldado Costa, que atendeu a ocorrência, o marido teria desferido golpes de faca na esposa depois de uma discussão. A briga e o esfaqueamento foi presenciado pela filha do casal que estava na casa.

Depois de desferir o golpe na mulher o agressor correu e, segundo a PM, teria tentado contra a própria vida, desferindo um golpe na perna.  Ele estava consciente e foi o primeiro a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

A briga teria acontecido no quarto do casal e no local ficaram marcas de sangue. A faca usada na tentativa de homicídio não foi encontrada e a policia faz buscas para encontrá-la. Segundo vizinhos, o casal frequentava igreja e não era comum a briga entre os dois.

O caso dever ser investigado pela Polícia Civil.


Fonte Visão Notícias


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.