Estudante é internado na UTI após participar do 'desafio do desodorante'

Publicado dia 22/05/2018 às 14h33min

O desafio possui duas modalidades: inalar o produto pelo maior tempo que a pessoa suportar ou aplicar diretamente na pele também pelo tempo máximo.

Um estudante de uma escola particular, no bairro Ipase, em Várzea Grande, precisou ser internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), após participar do ‘desafio do desodorante’. A escola disse que está acompanhando o caso, mas preferiu não se manifestar.

O ‘desafio do desodorante’ possui duas modalidades: inalar o produto pelo maior tempo que a pessoa suportar ou aplicar diretamente na pele também pelo tempo máximo. Em um caso recente no país, uma criança de sete anos morreu por inalar o spray.

Ao Olhar Direto, a direção da escola disse que está acompanhado o caso, e que palestras estão sendo feitas em parceria com a Polícia Militar. Ela preferiu não comentar o caso por respeito aos pais do aluno.

A assessoria de imprensa da Polícia Judiciária Civil disse ainda não ter conhecimento do fato.

No YouTube existem diversos vídeos que do desafio, onde os youtubers convidam as pessoas a acionarem o spray bem próximo à pele, até “gelar”. A prática, no entanto, pode causar queimaduras e ferimentos graves. Outra forma é inalar o produto. Sabendo-se que a maioria dos desodorantes é fabricada com substâncias químicas consideradas antissépticas — capazes de reduzir odores e inibir a produção do mau cheiro — como o ácido clorídrico, há grandes riscos para a saúde.

Caso parecido

Adrielly Gonçalves, 7 anos, morreu depois de inalar desodorante aerossol em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Segundo parentes da criança, ela espirrou desodorante no rosto por ter visto pessoas fazendo o mesmo em vídeos divulgados na internet, no chamado “desafio do desodorante”.


Fonte Olhar Direto


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.