Notícia Vip

4 são presos e ficam feridos durante fuga após tentativa de assalto a banco em MT

Publicado dia 24/09/2018 às 07h41min

Dentro da agência bancária, a PM encontrou o sistema de monitoramento destruído, com peças quebradas e fiação cortada.

Quatro homens que supostamente saíram de Cuiabá para roubar banco no interior do estado, a agência do Banco do Brasil da cidade de Campos de Júlio (a 570 km), acabaram presos e feridos. A ação ocorreu na madrugada deste domingo (23), por volta da 1h.

Os presos são: Tiago Rosa de Lara, 29 anos, morador do Bairro Três Barras; Rebert Delguinga de Lima, 25, morador do Parque Georgia; Yago Ribeiro dos Santos, 21, do Jardim Liberdade, e Wolvar Espíndola Novaes, 33, Jardim Mossoró.

Policiais do Núcleo da PM de Campos de Júlio chegaram ao banco e na parte dos fundos flagraram um carro modelo Prisma, cor cinza, com placa de Belo Horizonte (MG), com colchões, mochilas, chinelos, celulares e outros, além de porções de crak, pasta base e cocaína.

Tiago, que estava no carro, mesmo depois de algemado tentou fugir, porém acabou sendo condito com uso de força. Ele se identificou como representante comercial, mas não explicou porque estava no local e no carro não havia pasta de demonstração dos produtos que vende.

Logo depois chegaram outras equipes, inclusive uma da Polícia Civil, fizeram o cerco e também entraram no banco. Yago e Walmor foram flagrados no momento em que caminhavam sobre o muro da agência tentando fugir. Os policiais deram voz de prisão, porém foram recebidos a tiros. Os dois suspeitos acabam presos e feridos. Ambos estavam armados (revólveres 38) e usavam luvas de borracha.

Os policiais continuaram fazendo buscas próximo a área do banco, onde prenderam o quarto suspeito, Repert. Ele foi encontrado caído sobre um monte de tijolos, ferido e com uma mochila nas costas. Bastante ensanguentado e reclamando de dores, disse que feriu-se tentando fugir da polícia.

Dentro da agência bancária, a PM encontrou o sistema de monitoramento destruído, com peças quebradas e fiação cortada.

Os suspeitos Walmor e Rebert permanecem internados no Hospital Municipal sob vigilância policial. Os outros dois e os materiais e veículo apreendidos entregues na delegacia.


Fonte RD News


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.