Notícia Vip

Prefeitos de Peixoto e Cuiabá vão ao MS consolidar Estadualização do HM

Publicado dia 18/01/2015 às 16h02min

Ministério da Saúde diz que estuda partida e contrapartida do estado e município, mas Estadualização é irreversível.

Uma comitiva formada pelo prefeito de Peixoto de Azevedo, Sinvaldo Brito, o prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, deputados federais e estaduais, foi ao Ministério da Saúde na última semana para acelerar o processo de estadualização do hospital de Peixoto. O objetivo dessa mudança de gestão é fazer com que haja um aporte financeiro maior à instituição que, atualmente, não consegue atender à demanda.

Segundo o prefeito Sinvaldo Brito, a cidade alocou praticamente 39% da receita corrente líquida de 2013 na Saúde, e ainda assim o hospital está deficiente, o que causa evasão da população para realizar tratamentos de alta complexidade em Cuiabá. “Nossos micro-ônibus viajam de três a quatro vezes por semana, com 70 a 110 pacientes que vão a Cuiabá buscando tratamento especializado”, desabafou o Prefeito Peixotense.

O prefeito Mauro Mendes alerta para os riscos em transportar tantos pacientes para a capital. “Você tem também uma superlotação dos centros de saúde da capital, e aí a qualidade do serviço começa a cair. Peixoto é uma cidade que pode se transformar em uma referência para o Norte de Mato Grosso e o sul do Pará, que sabemos que também se utiliza do hospital do município”, finaliza.

Sinvaldo explica que a estadualização será feita em três etapas: “primeiro melhoraremos o custeio, depois realizaremos a reforma e o reaparelhamento do hospital e por último instalaremos leitos de UTI. Com certeza, desta forma, a região Norte estará bem atendida. Fica aqui nosso agradecimento ao Governo do Estado, aos parlamentares que nos apoiaram, em especial o deputado Wellington Fagundes, que não mede esforços para nos ajudar. Essa estadualização vai trazer mais dignidade aos pacientes”, conclui.

O secretário executivo do ministério, Fausto Pereira dos Santos, afirma que o processo de estadualização já está em andamento e tem caráter irreversível. “O que vamos avaliar nesse processo são as partidas e as contrapartidas do município, e ver a capacidade que o Estado tem, a partir do momento que assume a gestão do hospital, de melhorar os indicadores e o desempenho do hospital”, explica. Isso, segundo Fausto, justificaria um aporte ainda maior de recursos por parte do Ministério da Saúde.

O deputado federal Wellington Fagundes (PR-MT) destaca que esta é uma reivindicação antiga da população de Peixoto, que muitas vezes se arrisca na longa viagem até a capital. “Muitas vezes, até a pessoa chegar em Cuiabá já é tarde demais. Essa estadualização vai acelerar os atendimentos e consequentemente salvar vidas. E isso é o mais importante”, garantiu.


Fonte Notícia Vip


Comentários

Aviso: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Notícia Vip, não reflete a opinião deste Portal.