Redes Sociais
Redes Sociais

Mato Grosso

Aumenta número de mulheres assassinadas em MT

De um total de 87 assassinatos, 39 foram registrados como feminicídios.

Aumenta número de mulheres assassinadas em MT
Foto: Divulgação

Entre janeiro e dezembro de 2019, 87 mulheres foram assassinadas em Mato Grosso conforme dados da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (CEAC) da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT). Deste total, 39 casos foram registrados como feminicídios.

O número de mulheres mortas no ano passado representa 8,5% a mais do que em 2018, quando 82 casos foram registrados. Já os casos de feminicídio diminuíram 7% em 2019 se comparado ao ano anterior, quando foram registrados 42 casos.

Cuiabá não registrou caso de feminicídio em 2019. As ocorrências desta natureza ocorreram no interior do estado, nos municípios de Primavera do Leste (4), Sinop (3), Várzea Grande (3), Chapada dos Guimarães (2), Peixoto de Azevedo (2), Rondonópolis (2) e Sorriso (2).

Os demais municípios apresentaram um registro cada: Água Boa, Alto Taquari, Cáceres, Campo Vede, Comodoro, Confresa, Diamantino, Juína, Mirassol D’Oeste, Nobres, Nova Mutum, São Félix do Araguaia, São José dos Quatro Marcos, Tabaporã, Tangará da Serra, Torixoréu e União do Sul.

Mato Grosso registrou 85 homicídios de mulheres no período de janeiro a dezembro de 2015; 91 em 2016; e 84 em 2017.

Detalhamento de homicídios

Os meses que mais apresentaram registros no ano passado foram novembro, com 11 casos, e janeiro, com 10 homicídios de vítimas femininas. O menor número ocorreu em outubro (3); seguido de agosto (5); fevereiro e dezembro (ambos com 6); abril, maio e junho (7 cada); março e setembro (ambos com 8); e julho (9). O estudo demonstra ainda que Cuiabá e Várzea Grande tiveram, respectivamente, quatro e seis mulheres assassinadas ao longo de 2019.

 

Por dias da semana, a sexta-feira foi a que mais apresentou mortes de mulheres em Mato Grosso, com 17 casos, seguida de quinta-feira (15), sábado (14), domingo e segunda-feira (ambos com 12), quarta-feira (10) e terça-feira (7). Com relação à faixa etária, 21 mulheres tinham entre 36 e 45 anos; 15 entre 18 e 24 anos; 11 de 25 a 29 anos; 11 estavam com idade entre 30 e 35 anos; 9 mulheres de 46 a 59 anos; outras 9 de 12 a 17 anos; 6 acima de 60 anos; 3 com idade entre 0 e 11 anos; e 2 não tiveram idade informada.

O levantamento também descreve o meio empregado nos casos de assassinatos contra mulheres. No estado, dos 87 casos, 37% foram praticados com arma de fogo; 25% com arma cortante ou perfurante; 8% com arma contundente; 10% pelo uso da força muscular; 19% outros meios; e 1% com veneno. A maior motivação apontada continua sendo passional (38%), e em seguida a apurar (31%). Os demais casos são motivados por envolvimento com drogas (15%), rixa (6%), vingança (6%), fútil (1%), ambição (1%), pedofilia (1%) e álcool (1%).

Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Peixoto de Azevedo

Secretaria de Transportes de Peixoto está com frente de serviço na Estrada E-60

Secretaria faz patrolamento, cascalhamento e rebaixamento de serra na E-60 em território Peixotense

Secretaria de Transportes de Peixoto está com frente de serviço na Estrada E-60
Foto: Rebaixamento de Serra

A Secretaria de Transportes de Peixoto de Azevedo em parceria com Associações de Produtores está com uma frente de serviço na Estrada E-60 a cerca de 160 Km da sede do município, região esta com mais de 11.000 hectares de plantio de grãos.

Segundo o Secretário, Júnior Doideira, estão sendo desenvolvidos patrolamento e cascalhanto de trechos críticos, além da execução do trabalho de rebaixamento de serras para facilitação do transporte da produção agropecuária.

“A administração municipal está empenhada na formalização de parcerias para a restauração das estradas rurais de todos os assentamentos. Nossos maquinários passaram por manutenções e revisões, e de imediato foram colocados na ativa para revitalizar e garantir o transporte de gado, grãos, leite, madeira e alimentos da agricultura familiar. Continuaremos nos esforçando ao máximo para que as vias do interior estejam aptas para a trafegabilidade”, disse o Secretário.

Uma patrulha composta por PC, caminhões basculantes e trator de esteira permanece na região executando os serviços.  

Continue Lendo

Mais lidas da semana