Redes Sociais
Redes Sociais

Matupá

Professores, Coordenadores, Articuladores e Escolas serão premiados em 2020

Projeto Educação Motivada, Aprendizagem de Qualidade entra em vigor em Matupá com premiações em dinheiro.

Professores, Coordenadores, Articuladores e Escolas serão premiados em 2020
Foto: Professores Matupaenses

O ano começa com mais uma ótima notícia para o setor educacional Matupaense.

Começa a vigorar a Lei Municipal Nº 1120, de 09 de outubro de 2019 que dispõe sobre a criação do Projeto: Educação Motivada, Aprendizagem de Qualidade.

A proposta vem para premiar em dinheiro os professores e as escolas da rede municipal de ensino a título de incentivo e reconhecimento pelo desempenho, alcance do rendimento escolar e maior evolução nos indicadores do IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica.

Os prêmios vão variar de R$ 1.000,00 a R$ 3.000,00 para Escola Destaque Anos Iniciais (1º ao 5º Ano), Professores Turmas Anos Iniciais, Professores das Disciplinas de Português e Matemática Turmas Anos Finais, Professores das Turmas do 1º, 2º, 3º, 4º e 5º Ano, além de Coordenador e Articulador que tiverem maior progresso no processo ensino-aprendizagem das Turmas do 2º Ano. Também serão premiados os professores de 1º ao 5º Ano de Turmas Multisseriadas que apresentarem melhor desempenho no Ano Letivo de 2020.

As avalições serão feitas pela Secretaria Municipal de Educação e Desporto, seguindo critérios como a superação do índice oficial correspondente ao biênio anterior e padrões de Provas do SAEB.

O Projeto ‘Educação Motivada, Aprendizagem de Qualidade’ de autoria do Poder Executivo e sancionado pelo Prefeito Valtinho Miotto, tem por objetivo incentivar, motivar e estimular professores, coordenadores, articuladores e as escolas municipais para o aprimoramento de suas atividades, ações, projetos e iniciativas pedagógicas, visando o cumprimento de metas e a evolução positiva do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB.

“Queremos que o professor se dedique ainda mais pela causa da educação, fazendo assim a diferença na vida de seus alunos, e contribuindo diretamente no desenvolvimento e formação de cidadãos preparados para a vida em sociedade”, comentou a Secretária de Educação, Cleusa Mosquer Dutel.

O Prefeito Valtinho Miotto destacou que com planejamento e responsabilidade continuará buscando sempre a motivação dos professores para que entrem em sala de aula e ensinem as crianças e jovens cada vez mais comprometidos com a missão de educar.

A Secretaria de Educação informou que estão programados e fazem parte do cronograma 2020, a realização de capacitações e atualizações, melhorias na infraestrutura das escolas, ampliação da frota de transporte de estudantes, aprimoramento do processo de aquisição, preparo e cardápio da merenda escolar, reaparelhamento das unidades de ensino, continuidade da uniformização dos alunos, distribuição de kits de materiais escolares, parceria das redes no processo de escolha dos livros didáticos, entre outras.

A nossa reportagem checou que em 2019 a Prefeitura Municipal de Matupá promoveu o reajuste salarial de 6% aos professores, dando um ganho real de 2,06%. A iniciativa do Projeto ‘Educação Motivada, Aprendizagem de Qualidade’ vem para ser mais um agregante no contexto financeiro desses trabalhadores, pois funcionário motivado é funcionário produtivo.

A expectativa é de que a entrega da premiação aconteça preferencialmente no dia 15 de outubro (Dia do Professor) em evento solene da Secretaria Municipal de Educação e Desporto.

Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Peixoto de Azevedo

Cooperados recebem atenção assistencial da COOGAVEPE

Cooperados que estiverem rigorosamente em dia com suas obrigações, quando acometidos por alguma enfermidade recebem cesta básica, medicamento, cadeira de rodas e muletas.

Cooperados recebem atenção assistencial da COOGAVEPE
Foto: Garimpeiro Beneficiado

A Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto – COOGAVEPE, continua desenvolvendo um trabalho na área de assistência social junto ao seu quadro de cooperados.

Os garimpeiros devidamente inscritos no quadro da instituição e que mantiverem suas obrigações estatutárias rigorosamente em dia, em casos de enfermidade, acidente de trabalho ou qualquer situação de saúde que o obrigue a se afastar temporariamente das atividades nas frentes de mineração, terão direito ao recebimento de cestas básicas por um período de cinco meses e até mesmo ajuda de custo em relação ao tratamento medicamentoso.

A Secretária Executiva, Kaoma Marques, lembrou que em Assembleia Geral foram expostos, propostos, discutidos e aprovados os critérios, regramentos e normativas exigidas para a oferta desta referida modalidade de serviço de assistencialismo.

Outra ação tradicional da cooperativa de garimpeiros diz respeito a disponibilização de cadeiras de rodas e muletas, não apenas para seu quadro de cooperados, mas também para hospitais, entidades filantrópicas, dentre outros.

“É importante que o cooperado esteja em dia com suas taxas de manutenção, afinal é justamente com estes recursos que a COOGAVEPE planeja e organiza o trabalho no campo social. Muitas famílias em momentos de dificuldade e vulnerabilidade contam justamente com esses alimentos e com a ajuda no aviamento das receitas médicas que são fundamentais para reabilitação dos garimpeiros. Esse trabalho sempre foi desenvolvido com muita responsabilidade pela cooperativa, que faz com constância, visitas domiciliares e presta em parceria com as Secretarias Municipais uma atenção especial na área de saúde preventiva a esses verdadeiros guerreiros”, comentou Kaoma Marques.

A COOGAVEPE também credenciou empresas, comércios e prestadores de serviços que proporcionam descontos especiais aos cooperados por meio do Cartão Fidelidade.

“Pedimos aos garimpeiros que ainda não são cooperados, que nos procure, busque informações e esclarecimentos para suas dúvidas, e quais vantagens, oportunidades e benefícios que a cooperativa pode oferecer, não apenas a esses trabalhadores, mas a membros de sua família. A nossa preocupação é a legalização da atividade, a responsabilidade com sustentabilidade ambiental e também o progresso da atividade garimpeira promissora com geração de empregos, renda e a prosperidade aos que nela labutam”, disse a Secretária Executiva, Kaoma Marques.

Continue Lendo

Mais lidas da semana