Redes Sociais
Redes Sociais

Peixoto de Azevedo

COOGAVEPE discute Educação Financeira e Linhas de Crédito para Atividade Mineral

Presidentes, Diretores e Gerente do Sicredi Norte MT-PA visitaram cooperativa de garimpeiros.

COOGAVEPE discute Educação Financeira e Linhas de Crédito para Atividade Mineral
Foto: Visitação a COOGAVEPE

Com objetivo de estabelecer fortes e consolidadas parcerias na modalidade intercooperativas, o Presidente do Sicredi Norte MT-PA, Paulo Roberto Schmid, Presidente da Central Sicredi MT/PA/RO, João Carlos Spenthof, Diretores Executivos Regionais e o Gerente da Unidade Peixotense, fizeram visita de cortesia a sede da Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto – COOGAVEPE.

Além de conhecerem as dependências físicas, distribuídas em departamentos: administrativo, financeiro, jurídico e ambiental, eles tiveram acesso ao setor de exposição do acervo de rochas minerais predominantes na região de abrangência da COOGAVEPE, todas elas doadas pelos próprios garimpeiros cooperados, bem como visualizaram os Painéis da Galeria de Fotos sobre o desenvolvimento tecnológico da atividade de extrativismo mineral com sustentabilidade ambiental.

Na sala de reuniões o Presidente da COOGAVEPE, Gilson Gomes Camboim, palestrou e utilizou de recursos áudios-visuais para enfocar toda dinâmica de atuação da maior cooperativa do ramo de mineração do estado de Mato Grosso, desde sua fundação em 2008, composição do quadro de profissionais, processos de legalização de lavras, projetos de recuperação de áreas degradadas, parcerias público-privadas em pesquisas, ações de caráter social junto aos cooperados e a comunidade, educação ambiental e também da repercussão positiva e significativamente representativa no contexto de arrecadação de tributos e impostos aos cofres dos municípios, estado e a união.

Os Presidentes e Diretores da Cooperativa de Crédito Sicredi Mato Grosso, Pará e Rondônia enalteceram a desenvoltura e a capacidade produtiva da COOGAVEPE em praticamente todos os procedimentos, demandas, atribuições, obrigações e sistemática de crescimento contínuo, sólido e sustentável no campo do cooperativismo. Para eles, são fatores essenciais de credibilidade e confiança perante os órgãos competentes, poderes constituídos e a própria comunidade.

“Temos absoluta certeza que será uma parceria salutar e proativa, entre o Sicredi e a COOGAVEPE. Firmamos este compromisso de trabalharmos juntos para que o garimpeiro cooperado tenha uma espécie de capacitação e consultoria no âmbito da educação financeira de seus negócios e empreendimentos, gerando valores e principalmente cidadania”, disse o Presidente do Sicredi Norte MT-PA, Paulo Roberto Schmid.

Outro fator discutido durante o encontro, diz respeito ao estudo de viabilidade técnica financeira para que o Sicredi disponibilize uma linha de crédito específica para a classe garimpeira, diante da potencialidade e a estabilidade evolutiva observada no setor mineral Mato-grossense.

“Percebemos nitidamente que existe a estabilidade econômica quando os gestores de mineração e garimpeiros estão inseridos no contexto do cooperativismo. Levaremos está proposta apresentada pela COOGAVEPE e esperamos num breve espaço de tempo trazer boas notícias para esses empreendedores”, declarou o Presidente da Central Sicredi MT/PA/RO, João Carlos Spenthof.

O Presidente da COOGAVEPE, Gilson Camboim, lembrou que este ano serão potencializadas as atividades de formalização dos garimpeiros, pois é justamente esta legalização, somada ao cooperativismo, que garantirá direitos e melhores condições de trabalho aos mineradores.

A visitação dos representantes do Sicredi foi finalizada no Garimpo da Porteira, onde o cooperado Valdeci Alves da Costa lhes apresentou a rota de processamento do minério, os altos investimentos aplicados e as necessidades que o empreendimento mineral momentaneamente impõe.  

Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Matupá

Grupo Tibanaré realiza oficina de teatro em Matupá

Em parceria com a Secretaria de Cultura mais de 25 pessoas participaram da capacitação cênica.

Grupo Tibanaré realiza oficina de teatro em Matupá
Foto: Oficina de Teatro

A Secretaria de Cultura de Matupá realizou em parceria com o Projeto Circula MT e o ‘Grupo Teatral Tibanaré’ uma importante Oficina Cênica envolvendo cerca de 25 crianças, adolescentes, jovens e adultos com grande potencial e vocação para o teatro.  

O evento aconteceu no último domingo (19) na sede da secretaria, localizada na Avenida Hermínio Ometto, e foi ministrado pelo Diretor e Ator, Jefferson Jarcem.

Na prática foram desenvolvidas técnicas de conhecimento das linguagens teatrais, exercícios e atividades motoras, interpretação, comunicação, criatividade, rapidez de raciocínio, expressividade, construção de personagens, trabalho em equipe, entre outras.

A Oficina de Teatro do Grupo Tibanaré foi totalmente gratuita aos participantes e durou cerca de três horas extremamente produtivas. Segundo a Secretária de Cultura Matupaense, Wânia Becker, os participantes ampliaram a capacidade de comunicação, que é muito importante durante a apresentação de um espetáculo, mas também no mercado de trabalho, e nas relações sociais como um todo.

“Nossa missão é disseminar a arte e a cultura, e em Matupá encontramos fortes parceiros. Toda oficina foi prática, proporcionando aos futuros atores e atrizes uma gama de exercícios que irão aprimorar sua atuação cênica: a sensibilização, a desinibição, afetividade, equilíbrio, auto-identidade, auto-expressão, espírito de grupo, enfim, o aproveitamento foi total e isso irá refletir nas cenas de teatro por meio da interação com o público”, disse o Diretor Jefferson Jarcem.

Continue Lendo

BR 163

Prefeito comemora Licitação para Reestruturar a Ponte do Rio Peixoto

Prefeito Peixotense pleiteou além da duplicação da rodovia, construção de viaduto, passarelas aéreas e melhorias estruturais da Ponte sobre o Rio Peixoto.

Prefeito comemora Licitação para Reestruturar a Ponte do Rio Peixoto
Foto:

Depois de muitas idas e vindas a Brasília, gestões políticas junto ao Ministério dos Transportes e muita persistência por parte do Prefeito de Peixoto de Azevedo, Maurício Ferreira de Souza, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte – DNIT, atendeu o pleito e abriu processo licitatório para reestruturar a Ponte do Rio Peixoto na rodovia BR-163 que está com parte de sua estrutura comprometida.

Quando esteve na Superintendência do DNIT, o Prefeito Peixotense cobrou a recuperação integral do pavimento asfáltico da pista da rodovia federal e de toda travessia urbana, que resultou na 1ª etapa da revitalização executada em junho de 2018 e março de 2019.  

Além da recuperação asfáltica da pista de rolamento e acostamento, houve a conservação da faixa de domínio e a promoção de melhorias estruturais do pavimento das paralelas da BR-163.  Essa restauração que continua no trecho até a cidade de Guarantã do Norte faz parte do CREMA (Contrato de Restauração e Manutenção) desenvolvido dentro do Programa de Restauração e Descentralização de Rodovias Federais do DNIT.

“Outro pleito formulamos na época diz respeito a disponibilização de recursos federais para que o DNIT possa promover a Duplicação de Peixoto de Azevedo a Guaratã do Norte, a Expansão das Travessias Urbanas, Iluminação Ornamental e a construção de Viadutos e Passarelas Aéreas para os Pedestres, já que vários acidentes estão acontecendo inclusive com vítimas fatais”, comentou o Prefeito Maurício.

Esta semana o gestor municipal foi informado que a Superintendência Regional do DNIT em Mato Grosso já divulgou o edital de licitação para habilitar empresa a desenvolver a recuperação da ponte sobre o Rio Peixoto de Azevedo. Foram disponibilizados cerca de R$ 1,6 milhão para promoção das urgentes melhorias estruturais. A licitação propriamente dita deverá acontecer em 06 de junho de 2019.

“O órgão federal realizou levantamentos técnicos de engenharia e constatou os problemas estruturais que nós já havíamos apontado há muito tempo. São rachaduras nos pilares, rebaixamento da ponte causando instabilidade, abertura de frestas entre as placas de concreto, buracos em meio a travessia, danificação do muro de proteção e limitação, entre outras situações preocupantes, uma vez que devido a esses problemas, constantemente estão acontecem acidentes de grandes proporções, além desta insegurança os condutores de veículos reclamam quanto a danificação dos veículos de praticamente todos os portes”, justificou Maurício Ferreira.

Após o tramitar do processo licitatório deverá ser imediatamente dada a ordem de serviço para realização das obras de reforço estrutural da Ponte do Rio Peixoto no Bairro Beira Rio em Peixoto de Azevedo com o propósito de adequar a estrutura ao intenso tráfego de veículos pesados na região, como caminhões graneleiros, gaiolas, frigoríficos, madeireiros e de transporte de máquinas pesadas.  

“É importante que se diga que neste trecho da BR-163 passam milhares de carretas diariamente que seguem para os Portos de Miritituba e Santarém, e a estrutura da ponte construída na década de 90 está muito deteriorada e aquém do ponto de vista de resistência a este grande fluxo de veículos pesados. Antes que aconteça um mal maior, a reestruturação é essencial para a segurança e muito bem vinda”, comemorou o Prefeito de Peixoto de Azevedo, Maurício Ferreira de Souza.

A BR-163 é a principal rodovia federal de Mato Grosso porque interliga o estado de norte a sul, dando vazão ao escoamento da produção agropecuária.

Continue Lendo

Mais lidas da semana