Redes Sociais
Redes Sociais

Peixoto de Azevedo

Vereador Dr. Alex agradece parlamentar pela viabilização da conclusão do PSF Mãe de Deus

Vereadores Dr. Alex Manhaguanha e Enfermeira Beth reivindicaram recursos federais para concluir PSF inacabado ha mais de 12 anos.

Vereador Dr. Alex agradece parlamentar pela viabilização da conclusão do PSF Mãe de Deus
Foto: Audiência com o Ex-Senador José Medeiros

O vereador Dr. Alex Manhaguanha convocou a imprensa para comunicar a liberação de emenda parlamentar impositiva do então Senador da República e atual Vice-Líder do Governo na Câmara Federal, José Medeiros.

Os recursos financeiros são do Ministério da Saúde na ordem de R$ 700.000,00 e deverão ser aplicados na reforma, ampliação e conclusão do Posto de Saúde da Família do Bairro Mãe de Deus, obra esta iniciada em meados de 2007 e que depois de praticamente 12 anos continua inacabada e deixando de atender mais de 5.000 famílias.

Dr. Alex lembrou que esteve em Brasília no início do mandato na companhia da vereadora Elizabeth dos Santos Costa (Enfermeira Beth) e da então Secretária Municipal de Saúde de Peixoto de Azevedo, Jucineide de Oliveira, oportunidade em que estiveram no gabinete do Senador Mato-grossense, José Medeiros, protocolando a reivindicação, que de pronto fora atendida pelo parlamentar por meio de emenda impositiva ao Orçamento Geral da União.     

“Sensibilizado com a situação de crianças, gestantes, idosos e famílias inteiras do Bairro Mãe de Deus, diga-se passagem, um dos maiores do município, e que estava desprovido deste serviço público na própria comunidade, o Senador José Medeiros determinou imediatamente a sua assessoria que providenciasse todo tramitar junto a Prefeitura e o Ministério da Saúde para assinatura do convênio, liberação da verba e conclusão da Unidade Básica de Saúde”, comentou o vereador Dr. Alex.    

Ele comemorou o anuncio de que o processo licitatório para a retomada das obras já foi aberto e publicado para credenciamento e habilitação de empresas interessadas em executar os serviços dentro das exigências, critérios, planilhamento e padrões do Ministério da Saúde.

“Esse é o trabalho do vereador, não aguardar que as soluções caiam do céu ou que venham por passe de mágica. Temos a responsabilidade de buscar junto aos parlamentares estaduais e federais e as esferas de governo os recursos públicos necessários para o aprimoramento dos serviços oferecidos a municipalidade em todas as áreas, mas principalmente no âmbito da saúde que em todo país está deficitária e aquém da necessidade da população. Iremos acompanhar os trabalhos para que depois de uma década de espera, o PSF do Bairro Mãe de Deus seja uma referência em estrutura física, aparelhamento, quadro de profissionais de saúde, medicação e humanização no atendimento aos cidadãos”, declarou Dr. Alex Manhaguanha.

Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Saúde

Nova Santa Helena na Luta Contra as Hepatites Virais

Secretaria de Saúde realizará mobilização neste sábado com a disponibilização do Teste Rápido.

Nova Santa Helena na Luta Contra as Hepatites Virais
Foto: Unidade Básica de Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Santa Helena está mobilizada para desenvolver no próximo sábado dia 20 de julho das 8:00 as 16:00 horas as ações de vigilância, prevenção e controle das hepatites virais na Unidade Básica .

Trata-se de doenças que acometem o fígado e pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, bem como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

As hepatites virais mais comuns são as causadas pelos vírus A, B e C. É importante saber que o diagnóstico precoce é fundamental para o tratamento, pois elas correm o risco de evoluírem (tornarem-se crônicas) causando danos mais graves ao fígado, como cirrose e câncer.

São doenças silenciosas que nem sempre apresentam sintomas, mas, quando estes aparecem, podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

A transmissão da doença pode ocorrer em ambientes com condições precárias de saneamento básico e água, de higiene pessoal e dos alimentos (hepatite A e E), também por contato com sangue por meio de compartilhamento de seringas, agulhas, lâminas de barbear, alicates de unha e outros objetos que furam ou cortam (vírus B, C e D), durante a gravidez e o parto, e pela relação sexual desprotegida (hepatite A, B, C e D.

“Nossa equipe da Unidade Básica de Saúde João Alberto Zanetti preparou o ambiente e providenciou decoração temática da Campanha ‘Julho Amarelo’ para receber os cidadãos e estará realizando os testes rápidos de hebatites B e C. Convidamos toda a comunidade para esta atividade de saúde preventiva, lembrando que não haverá intervalo para o almoço. Serão duas salas específicas para o procedimento e o resultado do exame é praticamente imediato”, comentou o Enfermeiro Emerson Cazari.

Prevenção

A melhor estratégia de prevenção das hepatites inclui a melhoria das condições de vida, com adequação do saneamento básico e medidas educacionais de higiene, além de não fazer sexo desprotegido, não compartilhar alicates de unha, lâminas de barbear, escovas de dente e equipamentos para uso de drogas.

O Secretário de Saúde, Luiz Fernando Pereira da Silva, falou da importância do teste rápido, uma vez que permite que a análise seja processada na própria UBS que por sua vez que possui atendimento humanizado e o paciente já sairá com o resultado em mãos, fator que otimiza o acesso ao tratamento quando necessário.

As Coordenações da Atenção Básica e Vigilância em Saúde lembram que menores de 16 anos obrigatoriamente deverão estar acompanhados de seus respectivos pais ou responsáveis legais para realização do Teste Rápido.

Nova Santa Helena Contra as Hepatites Virais.

Continue Lendo

Matupá

Judiciário e MPE de Matupá - Palestra contra o uso de drogas ao volante

Esteve em pauta os malefícios do uso do Rebite e as penalizações criminais aos usuários e aos que comercializam a sustância proibida.

Judiciário e MPE de Matupá - Palestra com o uso de drogas ao volante
Foto: PRF, MPE, Judiciário e Parceiros

Proprietários de Postos de Combustíveis, Frentistas, Caminhoneiros e Motoristas de Transporte Coletivo acolheram o chamamento do Poder Judiciário e o Ministério Público Estadual de Matupá e marcaram presença na Sala do Tribunal do Juri da Comarca para acompanhar a palestra orientativa e de conscientização contra o ‘Uso de Drogas ao Volante’, em especial o chamado ‘Rebite’.

O evento foi aberto e coordenado pela Juíza de Direito Dra. Suelen Barizon que agradeceu a presença de todos nesta discussão séria e que deve ser enfrentada, a começar no campo da conscientização dos profissionais do volante, pois o uso dessas substâncias além de ser considerado crime causa danos e sequelas a saúde do usuário e pode resultar em acidentes fatais nas rodovias da região.

A Médica Endocrinologista e Metabologista Dra. Geane Moron Beato, utilizou de recursos audiovisuais para abordar o efeito do uso do rebite, que dispara reações químicas no sistema nervoso, causando agitação, falta de sono, euforia e uma falsa sensação de bem-estar. Ela deixou claro que logo em seguida o corpo reage apresentando sintomas de confusão mental, distração, irritabilidade, coordenação motora comprometida, ansiedade, entre outros.

Em sua palestra o Promotor de Justiça Dr. Marcelo Mantovani Beato, informou e esclareceu que o motorista que for flagrado utilizando Rebite  além de ter a CNH apreendida e poderá responderá na área criminal, podendo até mesmo ser preso por tráfico de entorpecentes, já que a droga consta na lista do Ministério da Saúde, como substância proibida.

O Policial Rodoviário Federal, Heber Araújo, apresentou dados, estatísticas e relatórios oficiais sobre os casos e ocorrências relacionadas ao consumo de álcool e drogas ao volante. No caso específico da anfetamina (Rebite) usado pelos caminhoneiros para inibir o sono e prolongar a viagem, desrespeitando, assim, a Lei do Descanso e colocando em risco o próprio condutor e os usuários das rodovias.

A campanha encabeçada pelo Judiciário e o MPE visa formar agentes voluntários que possam orientar, auxiliar, ajudar e conscientizar os usuários dos perigos e malefícios da substância. Tudo Pela Vida e pela Segurança nas estradas.

Continue Lendo

Mais lidas da semana