Redes Sociais
Redes Sociais

Peixoto de Azevedo

SME investe mais de R$ 350 mil em mobílias, aparelhos e equipamentos

Demandas das Creches e Escolas Municipais estão sendo atendidas para o ano letivo 2021

SME investe mais de R$ 350 mil em mobílias, aparelhos e equipamentos
Foto: Almoxarifado da SME

Mesmo em meio a pandemia do novo coronavírus, a Secretaria de Educação de Peixoto de Azevedo vem trabalhando para colocar em prática todo planejamento de investimentos em infraestrutura, reaparelhamento, mobiliamento, merenda escolar, materiais didáticos e recursos humanos para o retorno das aulas presenciais no mês de fevereiro, porém a conformação só será possível depois da avaliação técnica sobre o índice de contágio da COVID-19.

Estivemos no almoxarifado da Secretaria de Educação e percebemos o montante de carteiras escolares, ar-condicionados, bebedouros, fogões industriais, balanças eletrônicas para cozinhas, geladeiras, freezers, liquidificadores industriais, entre outros equipamentos, aparelhos e mobílias para os mais diferentes setores das unidades de ensino das zonas urbana e rural.

A Secretária de Educação, Raimunda Barbosa da Silva, esclareceu que cada escola encaminha através de suas direções e coordenações, a demanda de necessidades, e logo em seguida é providenciada a aquisição e entrega dos materiais, quer seja para a sala de aula, setor administrativo, cozinha, refeitório e outras dependências dos colégios.

“É uma determinação do Prefeito Maurício Ferreira de Souza. Precisamos proporcionar cotidianamente melhores condições de trabalho aos profissionais da educação, bem como, conforto e segurança aos alunos, por meio de uma infraestrutura melhor aparelhada, ambientalmente adequada e cada vez mais atrativa”, disse a Secretária.

Algumas escolas já começaram a receber os equipamentos e aparelhos previamente solicitados e a Secretaria de Educação auferiu cerca de R$ 350.000,00 de recursos públicos para a otimização e o aprimoramento das condições de trabalho dos professores, diretores, coordenadores, auxiliares, merendeiras e demais funcionários das escolas e creches municipais de Peixoto de Azevedo e distrito União do Norte.    

Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Matupá

Secretaria de Agricultura irá revitalizar Viveiro Municipal e faz doação de mudas

Serão promovidas melhorias na estrutura do viveiro de mudas para otimizar sua operacionalidade e cumprimento do plano de trabalho.

Secretaria de Agricultura irá revitalizar Viveiro Municipal e faz doação de mudas
Foto: Viveiro Municipal de Matupá

A Secretaria de Agricultura de Matupá estará revitalizando o Viveiro Municipal localizado na Zona Regional. Segundo informações do Secretário Cleber Cardoso, a estrutura está deteriorada e precisa de reparos emergenciais, como por exemplo em toda tela de sombrite.

Também deverão ser executadas readequações nos canteiros de mudas e promovida uma limpeza em regra para ampliação das espécies, manejo, cultivo e organização do processo de distribuição.

“Já estamos levantando os custos para promover essas melhorias e garantir a funcionalidade de nosso Viveiro de Mudas. Gostaria de chamar a atenção dos sitiantes, chacareiros, assentados e da comunidade para doação de mudas de árvores ornamentais e frutíferas, que já estão quase que passando do tempo de remanejamento e plantio imediato. Solicito aos interessados que procurem a Secretaria de Agricultura para requerer e posteriormente fazer a retirada”, comentou o Secretário Cleber Cardoso.

A meta da Secretaria de Agricultura de Matupá é retomar a real finalidade e objetivo do Viveiro Municipal, disponibilizando mudas para arborização urbana, recuperação de áreas degradadas, renovação da mata ciliar das margens de rios e a fomentação da cadeia produtiva de fruticultura.

“Nosso propósito é formalizar parcerias com associações, sindicatos e cooperativas para promovermos projetos que possam garantir a arborização, reflorestamento e fonte de alimentos nas propriedades urbanas e rurais. Também estaremos de portas abertas para que as escolas públicas e privadas utilizem este espaço como ferramenta pedagógica no aspecto ecológico, florestal e de desenvolvimento sustentável”, disse Cleber Cardoso.

Continue Lendo

Mais lidas da semana