Redes Sociais
Redes Sociais

Direto da Redação

TV Assembléia visita Projetos de Mineração, Piscicultura e Ranicultura

Comissão Ambiental da AL/MT esteve em Peixoto de Azevedo e Matupá para conhecer projetos empreendedores e sustentáveis.

A extração mineral no Vale do Rio Peixoto continua sendo uma das principais e maiores fontes de renda para as cidades da área de abrangência da Cooperativa de Garimpeiros – Coogavepe.

Atualmente são mais de 239 Permissões de Lavra Garimpeira outorgadas pelo Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM nesses municípios.

Além de gerar empregos, renda e aquecer a economia local, todo passivo ambiental é obrigatoriamente recuperado pelos garimpeiros com consultoria e assistência técnica dos profissionais da Coogavepe.

Neste contexto estão sendo desenvolvidos três tipos de projetos de recuperação de áreas degradadas, sendo: reflorestamento, piscicultura e fruticultura.

A fim de conhecer ‘In Loco’ a evolução e desenvolvimento desses projetos e cadeias produtivas, o Presidente da Comissão de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Recursos Minerais da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Deputado Dilmar DalBosco, esteve em Peixoto de Azevedo juntamente com a Equipe de Jornalismo da TV Assembleia e Técnicos do Núcleo Ambiental, visitando um exemplo extraordinário e referencial de recuperação dos impactos ambientais provocados pela mineração. Eles estiveram na Fazenda e Piscicultura Longo – localizada na Gleba ETA a 6 km da sede do município em uma região garimpada há mais de 25 anos.

Durante visitação a propriedade acompanhada também por uma delegação de 30 produtores da Itaituba/PA, o parlamentar, técnicos no Núcleo Ambiental e reportagem da TV Assembleia conheceram o projeto de criação de peixes da espécie Pirarucu e o processo de alevinagem, recria e engorda.

Antigas cavas de garimpo deram lugar a mais de 13 tanques de piscicultura com dimensões superiores a 7.000 M² e cerca de dez hectares de lâmina d’agua. A denominada Fazenda de Pirarucus conta atualmente com 12.000 peixes em fase desenvolvimento.

O empresário Vilamir Longo solicitou apoio do parlamentar na celeridade do processo de emissão ou dispensa de Licenciamentos Ambientais pela SEMA, linhas de credito governamentais para cadeia produtiva de piscicultura, assistência técnica por parte da EMPAER e a viabilização da construção de uma fábrica de ração e frigorífico através do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável Portal da Amazônia.

Dilmar DalBosco esteve no projeto de criação de rãs que está sendo desenvolvido em Matupá. A atividade iniciada em meados de 2002 com incentivos do extinto Programa de Apoio Direto ás Iniciativas Comunitárias (PADIC) se estagnou devido a falta de recursos governamentais para a fomentação da produção e a conclusão do abatedouro que se encontra até hoje inacabado. O empreendimento foi repassado pelo Governo do Estado a uma associação de produtores que retomara o Projeto de Ranicultura.

“Farei gestões junto ao Governo de Mato Grosso e a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários para que efetivamente os ranários sejam reativados, pois a atividade é altamente lucrativa, quer seja para consumo humano e aproveitamento de seus subprodutos. Precisamos alavancar essa cadeia produtiva intensiva e higiênica de rãs para abate, industrialização e comercialização nos mercados Mato-grossense e Brasileiro”, destacou o Deputado Dilmar DalBosco.

Os vereadores Eduardo Feitosa e Josivânia Amorim parabenizaram a iniciativa do empresário e empreendedor Vilamir Longo, e reforçaram a solicitação ao deputado estadual para a desburocratização do processo de emissão de licenciamentos ambientais para piscicultura. Eles aproveitaram o ensejo para reivindicar o fortalecimento da Unidade Local da EMPAER em Peixoto de Azevedo visando a otimização da assistência técnica a campo, bem como a criação de ferramentas e mecanismos que possam ser contributivos ao financiamento do projeto junto as instituições financeiras com o aval do Governo do Estado de Mato Grosso.

Carne de Rã

A carne de rã é recomendada por médicos e nutricionistas, pois a taxa de gordura é de 3%, sendo a única carne produzida em cativeiro que possui os 10 aminoácidos básicos para o ser humano e com digestibilidade alta, por ser formada por moléculas de cadeia curta. O grande interesse por essa carne é devido principalmente ao fato de ser ela muito saborosa, satisfazendo aos gostos mais exigentes. Além disso, é rica em proteínas, sais minerais e vitaminas, e quase isenta de hidratos de carbono. É uma carne de cor branca-marfim, macia, de boa digestibilidade, excelente sabor, qualidade e alto valor energético, parecendo com a dos coelhos ou frangos ou a dos borrachos (filhotes de pombos ainda empenados), estando o seu gosto entre a dos frangos e a dos peixes.

A visita técnica da Comissão e Núcleo Ambiental da AL-MT na região aconteceu na área que já foi garimpada há mais de 30 anos localizada na Linha do Peixe, a 15 km da cidade de Matupá onde está sendo desenvolvido um dos maiores projetos de criação de peixes da espécie Pirarucu do estado de Mato Grosso.

De propriedade do garimpeiro, Valdecir Alves da Costa (Gauchinho), antigas cavas e crateados de garimpo transformaram-se em mais de 40 tanques e berçários para criação de peixes em uma extensão de 150.000 M² de lâmina de água. Atualmente são mais de 20.000 pirarucus distribuídos em alevinos, cria, recria e engorda. A meta é chegar a 150.000 unidades em 2016. O projeto privado de grande envergadura conta inclusive com uma fábrica de ração.

“Dentre as novas atividades do meio rural, a piscicultura destaca-se como alternativa de recuperação dos passivos ambientais provocados pelo garimpo e eficiente fonte de renda nas pequenas e médias propriedades rurais, por proporcionar variadas opções de comercialização, como a criação de alevinos, engorda de peixes ou lazer, como os pesque-pague e a pesca esportiva. No caso específico do Pirarucu, vislumbra-se a oportunidade de exportar a carne e o aproveitamento seus subprodutos de valor comercial potencial, como é o caso do couro. Quero evidenciar aos empreendedores Vilamir Longo e Valdecir da Costa que estarei na Assembleia Legislativa propondo ao Governador Pedro Taques leis que incentivem e consolide de fato esta importante atividade econômica”, enfatizou Dalbosco.

Os profissionais que atuam no quadro técnico da Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto – Coogavepe, Laura Reis Fuão (Engenheira Florestal), Sandra Paixão (Gestora Ambiental) e Josimar Passos (Biólogo) acompanharam as visitas desenvolvidas pela Comitiva da AL/MT e apresentaram os projetos de recuperação de áreas degradadas que estão sendo desenvolvidos pela COOGAVEPE junto aos seus mais de 4.600 cooperados.

Mais Fotos
Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Matupá

Armazenagem de Grãos da SIPAL-Ovetril entrará em funcionamento em fevereiro de 2020

Será a maior Unidade de Armazenagem de Grãos do Portal da Amazônia com investimentos de aproximadamente R$ 40 milhões

Armazenagem de Grãos da SIPAL-Ovetril entrará em funcionamento em fevereiro de 2020
Foto: Visitação as Obras da SIPAL Armazéns

A nossa equipe de reportagem acompanhou a visita feita pelo Prefeito Valtinho Miotto e vereador Marcos Icassati as obras de construção da Unidade de Recepção, Secagem e Armazenagem de Grãos da SIPAL Indústria e Comércio Ltda. Grupo Empreendedor do Agronegócio que está presente em 28 cidades Mato-grossenses.

Segundo o Engenheiro da Empresa TAO, Josué Claudio Savaris, as obras prosseguem conforme cronograma e planejamento, e deverão estar concluídas em meados de fevereiro de 2020.

Cerca de 180 operários impõe forte ritmo na edificação do armazém com capacidade para 100.000 toneladas de soja e milho, e outros dois silos, moegas e a casa de máquinas. Os investimentos superam os R$ 40 milhões.

Durante a visitação, o Prefeito de Matupá, Valtinho Miotto, lembrou que a localização estratégica da cidade na Rota da Soja - as margens das rodovias BR-163 e MT-322, o grande potencial de fertilidade das terras da região, investimentos públicos em infraestrutura de estradas, pontes, bueiros e galerias, a confirmação da implantação da Ferrogrão com um terminal de cargas no município e previsão de investimentos de R$ 12 bilhões, bem como, a ampliação da área plantada de lavoura mecanizada de grãos, são fatores que constituem-se em atrativos para as empresas e indústrias do agronegócio. 

A Unidade da SIPAL Ovetril  terá mais de 11.600 M² de área construída e a expectativa é de que sejam gerados entorno de 150 empregos diretos e indiretos em sua operacionalização. Com visão empreendedora futurística, a empresa pretende futuramente construir uma Planta Industrial de Produção de Etanol no município de Matupá-MT.

O Vale do Peixoto e o Portal da Amazônia vivenciam déficit de armazéns para atender a demanda de produção, a chegada da infraestrutura da SIPAL-Ovetril para recepção, secagem e armazenagem de grãos, será fundamental para agregação de valor ao produto estocado, pois ajudará não apenas na diminuição da distância para o barateamento do frete, mas também na garantia de manutenção dos padrões de preços aplicados no mercado. A empresa é a maior armazenadora do governo federal em Mato Grosso.

Continue Lendo

Nova Santa Helena

Nova Santa Helena implantará Sistema Positivo na rede municipal de educação

Prefeita Terezinha Carrara assina convênio e mais de 600 alunos da rede pública receberão a formação educacional do Sistema Aprende Brasil

Nova Santa Helena implantará Sistema Positivo na rede municipal de educação
Foto: Apresentação da Metodologia Positivo

A Prefeitura Municipal de Nova Santa Helena irá implantar para o ano letivo 2020 o Sistema de Ensino ‘Aprende Brasil’ da Editora Positivo, o mesmo que é desenvolvido em diversas escolas particulares de todo território nacional.

Os Consultores do Sistema Positivo estiveram reunidos com a Prefeita Terezinha Carrara, Secretário de Educação Adriano Bortollin, Técnicos Educacionais, Coordenadores e Professores da rede municipal de ensino para apresentar a metodologia, as ferramentas tecnológicas, a plataforma de trabalho e os materiais pedagógicos e didáticos a serem utilizados pelos profissionais da educação e os alunos em sala de aula.

Segundo o Secretário de Educação, Adriano Bortolin, o investimento se faz necessário no sentido de potencializar a qualidade do ensino nas escolas municipais, por meio de uma aprendizagem atrativa, progressiva, articulada e interdisciplinar, e que esteja focada e direcionada a melhoria do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB.

“O convênio foi firmado pela nossa Prefeita Terezinha Carrara e a Editora Positivo para que já em 2020 tenhamos a inserção do sistema no processo ensino-aprendizagem de Nova Santa Helena. A visão da atual gestão é de que com educação não se gasta, mas se investe com a certeza do retorno positivo. Não tenho dúvidas de que haverá um grande avanço, não apenas no contexto do material didático de qualidade, mas também com relação ao amplo suporte na gestão escolar”, enfatizou o Secretário.

Todas as tratativas técnicas e institucionais estão sendo feitas para que as quatros escolas municipais de educação infantil e ensino fundamental, Branca de Neve, Professor José Alves Govea, Monteiro Lobato e Antônio Pelissari acessem o conjunto de serviços e soluções educacionais Positivo - Livros Didáticos Integrados, Livro digital, Aprende Brasil On, Assessoria Pedagógica, Hábile (Sistema de Avaliação), SimeB (Ferramenta de Gestão) e os Suplementos Pedagógicos.

“Estamos administrando com planejamento para melhorarmos a educação em toda sua magnitude, ou seja, infraestrutura, transporte escolar, formação e atualização de professores, material didático, merenda escolar e a qualidade do ensino pedagógico. Ainda faremos novos investimentos para que efetivamente alcancemos melhor resultados no IDEB e na formação educacional de nossas crianças, adolescentes e jovens”, declarou a Prefeita Terezinha Carrara.  

Continue Lendo

Política

1º Encontro Regional do PSC em Peixoto de Azevedo

11 municípios estiveram presentes no encontro político partidária em Peixoto de Azevedo

1º Encontro Regional do PSC em Peixoto de Azevedo
Foto: Divulgação

Foi realizado em Peixoto de Azevedo o 1º Encontro Regional do Partido Social Cristão do Estado de Mato Grosso. O evento político partidário aconteceu na Câmara de Vereadores e contou com a participação dos munícipios de Matupá, Guarantã do Norte, Terra Nova do Norte, Novo Mundo, Nova Guarita, Itaúba, Colíder, Marcelândia, Vera e Nova Santa Helena.

Organizado pelos Diretórios Estadual e Municipal do PSC, o objetivo do encontro foi o fortalecimento das lideranças regionais que postularão cargos eletivos de vereador, prefeito e prefeita nas eleições de 2020, além da agregação de novos filiados ao quadro do partido e a organização, planejamento, estratégias, metas e prioridades a serem implementados para obtenção de sucesso no processo democrático do ano que vem.

O Presidente do PSC de MT, Deputado Estadual Xuxu Dal Molin, destacou o crescimento da agremiação partidária no estado e em todo território nacional, e que será dado todo suporte de apoio político e jurídico para que os diretórios e os pré-candidatos cumpram a legislação eleitoral e estejam habilitados a disputar o pleito.
Também aconteceu ato de filiação onde mais de 50 lideranças comunitárias, empresariais, religiosas, funcionários públicos, garimpeiros, ex-vereadores, ex-prefeitos, profissionais liberais, agricultores, dentre outros oficializaram o ingresso ao PSC através da filiação partidária.

A Presidente Nacional do PSC Mulher, Jemima Santana e o Secretário Geral da Executiva Nacional do PSC, Heber Santana, palestraram sobre a importância da presença de mulheres na política, proporcionando um maior diálogo e um pensar mais abrangente em torno de questões que estejam relacionadas às pautas femininas e forte contribuição para uma maior igualdade entre homens e mulheres no processo eleitoral.

Em relação a juventude Peixotense, o PSC traça a sua participação direta e democrática nas discussões, ideias, sugestões e direcionamentos das políticas públicas, de forma a assegurar sua inserção na disputa eleitoral, tornando-se protagonistas das grandes transformações benéficas a coletividade.

“Ficou definido que o PSC trabalha para candidaturas próprias nos 11 municípios participantes do encontro regional, mas está aberto as conversações para possíveis coligações majoritárias, e apresentará chapas fortes de candidatos a vereadores e permeando pela respeitabilidade do percentual de 30% de candidatas mulheres”, comentou o Presidente do PSC de Peixoto de Azevedo, Walmir Laurentino Silva.

Participaram do Ato Político o Prefeito de Peixoto de Azevedo, Maurício Ferreira de Souza, a Vice-Prefeita Benta Noleto, 1ª Dama Marisete Alberti Souza, Secretários Municipais, Vereadores, dentre outras personalidades e autoridades.

O Presidente do PSC-MT, Xuxu Dal Molin, reafirmou o compromisso de continuar atuando juntamente com o Deputado Estadual Sebastião Rezende para que a região Portal da Amazônia seja assistida com recursos públicos estaduais e federais para as áreas prioritárias como: a saúde, educação, infraestrutura, segurança pública, regularização fundiária, agricultura familiar, e nas demais demandas.

Continue Lendo

Mais lidas da semana