Redes Sociais
Redes Sociais

Matupá

Prefeito reúne equipe e Decreta Medidas Preventivas a Contaminação por COVID-19

Medidas preventivas acontecerão em todo território municipal. Leia o Decreto Nº 3.197, de18 de Março de 2020.

Prefeito reúne equipe e Decreta Medidas Preventivas a Contaminação por COVID-19
Foto: Reunião com Secretariado

Leia a íntegra do Decreto

DECRETO Nº 3.197, DE 18 DE MARÇO DE 2020.

“DISPÕE SOBRE A ADOÇÃO, NO ÂMBITO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DIRETA E INDIRETA DO MUNICÍPIO DE MATUPÁ, DE MEDIDAS TEMPORÁRIAS E EMERGENCIAIS DE PREVENÇÃO DE CONTÁGIO PELO CORONAVÍRUS (COVID-19), INSTITUI O COMITÊ DE ENFRENTAMENTO AO NOVO CORONAVÍRUS, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.”

VALTER MIOTTO FERREIRA, Prefeito de Matupá, Estado de Mato Grosso, no uso das atribuições que lhe confere por Lei, e;

CONSIDERANDO que o artigo 196 da Constituição Federal reconhece a saúde como um direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doenças e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação;

CONSIDERANDO o reconhecimento pela Organização Mundial de Saúde de uma pandemia de COVID-19 (Novo Coronavírus);

CONSIDERANDO a necessidade de elaboração de plano de ações de prevenção e combate à pandemia de COVID-19, com vistas a acompanhar e auxiliar os respectivos casos suspeitos e confirmados no âmbito do Município de Matupá;

CONSIDERANDO que a atual situação demanda o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação do Covid-19;

CONSIDERANDO as recomendações emanadas da Organização Mundial de Saúde para que os países redobrem o comprometimento contra a pandemia de COVID-19;

CONSIDERANDO o comprometimento da atual gestão com o bem-estar e saúde de toda a população matupaense;

CONSIDERANDO que o Município de Matupá deve pautar suas ações buscando o enfrentamento ao COVID-19 de forma estratégica, com atuação, sobretudo, preventiva;

CONSIDERANDO que uma gestão humanizada deve auxiliar a população acerca da pandemia decorrente do Novo Coronavírus (COVID-19) de caráter global

DECRETA:

Art. 1° - Este Decreto dispõe sobre as medidas temporárias de prevenção e enfrentamento da propagação decorrente do Novo Coronavírus (COVID-19) no âmbito do Município de Matupá.

Art.2º Para evitar a propagação da pandemia decorrente do Novo Coronavírus (COVID19) no âmbito municipal, o Município de Matupá, por meio de seus órgãos e entidades, atuará de forma interligada com os demais órgãos competentes nas esferas estaduais e federal, bem como organismos internacionais que estão atuando no combate ao referido vírus.

Art. 3º Fica determinado que a Secretaria Municipal de Saúde realize, de forma urgente, campanhas publicitárias de orientação e precaução ao contágio do Novo Coronavírus (COVID-19), sobretudo aquelas voltadas:

I – à população com idade superior a 60 (sessenta) anos de idade;

II – aos estudantes de escolas públicas e privadas;

III - aos usuários do transporte coletivo;

IV – aos servidores públicos municipais, notadamente das Secretarias Municipais de Saúde e Educação;

V – aos profissionais que atuam em bares e restaurantes.

Art. 4º Para atender o disposto neste Decreto, o Município de Matupá resolve:

I - suspender eventos, de qualquer natureza, que exijam licença do poder público, com público superior a 100 (cem) pessoas em local aberto e superior a 50 (cinquenta) pessoas em local fechado;

II – suspender as atividades realizadas nos Centros de Convivência dos Idosos e demais atividades sociais com idosos pelo prazo de 30 (trinta) dias, prorrogável por igual período;

III – suspender as atividades escolares da rede pública municipal de ensino, no período de 23/03/2020 a 05/04/2020, a título de antecipação do recesso;

IV – suspender, até ulterior deliberação, todas as inaugurações de obras públicas previstas para serem realizadas pelo Poder Público Municipal;

V – suspender a concessão de férias e licenças prêmios aos servidores públicos vinculados à Secretaria Municipal de Saúde que exercem suas funções nas áreas fins;

VI – suspender a utilização nos órgãos e entidades do Município de Matupá a utilização de ponto eletrônico, o qual deverá ser substituído por folha de ponto, até ulterior deliberação;

VII - suspender as viagens a serem realizadas pelos servidores públicos municipais decorrentes do exercícios de suas atribuições, salvo se devidamente autorizada pelo Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus ou por Secretário Municipal;

VIII – recomendar que eventos esportivos, religiosos e culturais, que não necessitam de licença do poder público municipal, sejam suspensos por prazo indeterminado; e

IX – recomendar que cidadãos com sintomas do novo coronavírus se dirijam às Unidade Básica de Saúde ou Hospital Municipal para a realização dos exames clínicos competentes e demais providências adequadas ao caso.

Art. 5º Caso seja confirmado ao menos um caso de cidadão com o novo coronavírus no Município de Matupá, os servidores públicos municipais acima de 60 (sessenta) anos de idade deverão exercer suas atribuições do cargo pelo sistema home office, conforme orientações de sua chefia imediata.

Parágrafo único. Os casos que porventura não se enquadrem no sistema indicado no caput deste artigo deverão ser solucionados pela chefia imediata do servidor, nos termos deliberados pelo respectivo Secretário Municipal.

Art. 6º Caso seja confirmado ao menos um caso de cidadão com o novo coronavírus no Município de Matupá, o atendimento ao público no âmbito do PREVI-MUNI ficará automaticamente suspenso até ulterior deliberação.

Art. 7º Fica instituído o Comitê de Enfretamento ao Novo Coronavírus, com a finalidade de coordenar as ações do Poder Público Municipal, visando o combate à disseminação do COVID-19 no Município de Matupá.

Art. 8º O Comitê de Enfretamento ao Novo Coronavírus é constituído pelos seguintes membros:

I – Prefeito do Município de Matupá;

II – Representante da Secretaria Municipal de Saúde;

III – Representante da Procuradoria Geral do Município de Matupá;

IV–Representante da Secretaria Municipal de Administração;

V –Representante da Secretaria Municipal de Planejamento;

VI – Representante da Secretaria Municipal de Finanças;

VII – Representante da Secretaria Municipal de Assistência Social; e

VIII – Representante da Secretaria Municipal de Educação e Desporto.

§1º O Comitê a que alude esse dispositivo será presidido pelo Prefeito do Município de Matupá, devendo ser substituído em suas ausências e impedimentos pelo Representante da Secretaria Municipal de Saúde.

§2º O Comitê se reunirá, de forma ordinária, semanalmente, para fins de deliberação e acompanhamento das ações e medidas aplicadas e extraordinariamente sempre que devidamente convocado por qualquer de seus membros.

Art. 9º Compete ao Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (COVID-19):

I – planejar, coordenar e controlar as medidas de prevenção e enfrentamento ao contágio do Novo Coronavírus (COVID-19);

II - realizar reuniões e explanações aos servidores públicos municipais cujas funções demandem atendimento ao público para o esclarecimento de ações e medidas de profilaxia a serem observadas, visando a evitar a proliferação do COVID-19;

III – acompanhar todas as medidas de prevenção e combate ao contágio do Novo Coronavírus (COVID-19) a serem adotadas pelos órgãos e entidades do Município de Matupá;

IV – adotar todas as medidas necessárias com o fito de cumprir o disposto neste Decreto, podendo, inclusive, convocar servidores públicos municipais para o auxílio no que for necessário.

Art. 10. Os hospitais e laboratórios públicos e privados, que confirmarem a doença COVID-19, deverão, imediatamente, informar as autoridades sanitárias do Município de Matupá.

Art. 11. Considerar-se-á abuso do poder econômico a elevação arbitrária de preços, sem justa causa, dos insumos e serviços relacionados ao enfrentamento do COVID-19, sujeitando os infratores às penalidades previstas na legislação específica.

Art. 12. O presente Decreto entra em vigor na data de sua publicação, podendo ser regulamentado por Resolução específica do Comitê e de Portaria de cada Secretaria Municipal quanto ao seu cumprimento nas rotinas internas.

Paço Municipal Senador Jonas Pinheiro, aos dezoito dias do mês de março do ano de dois mil e vinte.

Registre-se
Publique-se

VALTER MIOTTO FERREIRA
Prefeito de Matupá

Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Policial

Advogado e estagiário presos são acusados de fraudar provas e intimidar testemunhas no furto de avião

Avião furtado caiu em uma região de mata fechada nos muncípios de Terra Nova do Norte e Nova Guarita.

Advogado e estagiário presos são acusados de fraudar provas e intimidar testemunhas no furto de avião
Foto: Avião Furtado

A Polícia Civil investiga o advogado Bruno Zardo Bueno e o estagiário dele, Rafael Farias Francisco, presos, quarta-feira, em Matupá (209 quilômetros de Sinop) por intimidar testemunhas, esconder e forjar provas do furto do avião Cessna Aircraft 182, mês passado. O tenente da Polícia Militar, Wagner Coletti Duarte, que também foi preso, por ordem judicial, é investigado por suposto envolvimento no crime.

Consta no inquérito que Só Notícias teve acesso que o piloto Luan Felipe Santos Noleto – primeiro preso acusado do furto – compareceu na delegacia acompanhando do advogado Bruno Zardo Bueno confessando o crime e indicando o envolvimento de Luiz Augusto Gimenez Pommer, que também foi preso e ficou em silêncio durante depoimento. O terceiro suspeito, Rafael Farias Francisco, foi interrogado no dia 14 deste mês e os policiais identificaram que ele trabalha no escritório do advogado Zardo.

Nas investigações, a Polícia Civil também ouviu um cabo da PM, que apresentou provas que o tenente Wagner Coletti Duarte havia feito ‘convite’ para participar do furto do avião na presença do advogado Bruno Zardo e do piloto Luan Felipe, em um encontro entre eles, no município de Nova Santa Helena. O policial também teria apresentado também ‘prints’ de conversas realizadas entre ele e o tenente pelo aplicativo Whatsapp.

Outro lado

Procurado por Só Notícias, o advogado que defende Bruno Zardo e Rafael Farias, informou que ainda não teve acesso ao processo, que segue em segredo de justiça. Por isso, está impedido de fazer manifestações ou qualquer tipo de declaração.

O advogado Sílvio Eduardo Polidorio informou que já conseguiu a liberdade de Luiz Augusto por conta da não conversão da prisão temporária para preventiva. “O magistrado indeferiu o pedido da delegada, que conduz as investigações. O juiz Evandro Juarez Rodrigues acatou nosso pedido. Por conta disso, ele está em casa cumprindo medidas cautelares. Em relação ao Luan, nossa contratação ocorreu na semana passada. O processo foi sub estabelecido. O primeiro procedimento foi ingressar com habeas corpus e agora estamos aguardando análise e julgamento. Por não ter tido acesso na íntegra das acusações, ficamos impossibilitados de fazer qualquer posicionamento”.

Só Notícias não conseguiu contato com a defesa do tenente da PM, Wagner Coletti Duarte.

O presidente da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Peixoto de Azevedo, Marcus Augusto Giraldi Macedo, informou anteriormente que acompanhou toda ação policial, que resultou nas prisões. “Todas as garantias dele foram preservadas. Também estamos comunicando o Tribunal de Ética e Disciplina da OAB para ter conhecimento e tomar as providências necessárias” e “a subseção acompanhará todo desenrolar do caso”.

A aeronave foi furtada do aeroporto de Matupá no dia 21 de abril (feriado). Os criminosos estouraram o cadeado com a corrente que estava na hélice e também furtaram mais de 3 mil litros de querosene do posto de abastecimento. Na fuga, o avião acabou caindo e a localização foi feita por policias com apoio do helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Sorriso no dia 24 passado, em mata entre os municípios de Terra Nova do Norte e Nova Guarita (156 e 200 quilômetros de Sinop, respectivamente). A aeronave ficou muito danificada. Não houve vítima fatal na queda e os ocupantes fugiram.

Continue Lendo

Nortão

Casa de Apoio do CISVP conta com Van 0 Km

Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Peixoto adquire Van Renault 0 Km para transportar pacientes encaminhados à Cuiabá-MT

Casa de Apoio do CISVP conta com Van 0 Km
Foto: Entrega da Van a Casa de Apoio

O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Peixoto formado pelos municípios de Peixoto de Azevedo, Matupá, Novo Mundo e Terra Nova do Norte promoveu investimentos de R$ 178.000,00 na aquisição de 01 Van Renault 0 Km equipada com ar-condicionado, elevador para cadeirantes e capacidade para transportar 12 pessoas.

Este foi um compromisso do Presidente, Maurício Ferreira de Souza com os prefeitos Valtinho Miotto, Walter Kuhn e Antônio Mafini, e principalmente com os cidadãos dos municípios consorciados que são encaminhados para exames clínicos, procedimentos cirúrgicos e demais serviços especializados na área de saúde da capital Cuiabá-MT, e que por sua vez ficam alojados na Casa de Apoio.

Mais de 500 pessoas passam pela instituição todos os meses e o transporte dos pacientes até as clínicas e hospitais estava sendo dificultado devido a precariedade do antigo veículo (Van), que apresentava diversos problemas mecânicos, elétricos, freios, pneus e outras avarias ocasionadas pela deterioração do tempo de uso.  

“Nossa preocupação é com o transporte digno e confiável aos pacientes do Vale do Peixoto. Agradeço aos meus colegas prefeitos pelo apoio e aval no processo de aquisição desta Van 0 Km que garantirá ao paciente um serviço mais humanizado e confortável no momento deste translado. É importante salientar que são valores financeiros advindos da economicidade e planejamento da Diretoria do CISVP”, comentou o Prefeito de Peixoto de Azevedo, Maurício Ferreira de Souza no ato de entrega do veículo ocorrido em Cuiabá-MT.  

Ele lembrou que além do transporte, a Casa de Apoio também oferece alojamento e alimentação a todos os que são encaminhados pelas Secretarias Municipais de Saúde.

 

Continue Lendo

Mais lidas da semana