Redes Sociais
Redes Sociais

Nova Santa Helena

Paulinho Bortolini e Rafael Agrolima: Nova gestão de Nova Santa Helena será de desenvolvimento constante

Paulinho Bortolini e Rafael Agrolima agradeceram a obtenção dos 55,74% dos votos válidos do eleitorado de Nova Santa Helena

Paulinho Bortolini e Rafael Agrolima: Nova gestão de Nova Santa Helena será de desenvolvimento constante
Foto: Paulinho Bortolini - Prefeito eleito de NSH

Com 1.291 votos, irá administrar o município de Nova Santa Helena-MT, o empresário do ramo madeireiro Paulinho Bortolini (SD).

Com o slogan ‘Unindo o campo e a cidade’, o pioneiro Santa Helenense pretende implementar políticas públicas mais fortes no contexto de fomentação das cadeias produtivas agropecuárias, minerais e da base florestal, com foco também no empreendedorismo comercial, empresarial e industrial, afim de atrair novas empresas e indústrias para geração de mais empregos, renda e dividendos tributários para que o Poder Público tenha condições de melhorar significativamente a prestação de serviços a municipalidade em todos os setores.  

Outra prioridade de Bortolini está ligado a formação e capacitação de mão-de-obra, e deverá formalizar parcerias para que a população tenha acesso ao mercado de trabalho disputando as vagas com maior poder de igualdade.

Com relação a infraestrutura urbana e rural, o Prefeito Eleito irá fazer gestões com as esferas de governo para que sejam alocados recursos no sentido de substituir pontes, pontilhões e bueiros de madeira, por obras de artes de concreto, possibilitando o escoamento da produção o ano todo. Um cronograma de ações irá ser cumprido para revitalização de toda malha viária, com serviços de patrolamento, cascalhamento, abertura de desaguadores, elevação de aterros e rebaixamento de serras.

No perímetro urbano, a meta é ampliar a cobertura de drenagem pluvial e de capa asfáltica, propiciando a valorização dos imóveis e a qualidade de vida dos cidadãos. Para Bortolini, investir pesado na urbanização deverá destacar o potencial de Nova Santa Helena e o seu planejamento administrativo estratégico para que novos investidores se estabeleçam no município que está estrategicamente localizado as margens da BR-163.

“Também iremos aprimorar todos os projetos que possam representar atendimento humanizado nos postos de saúde, valorizando os profissionais, lhes propondo condições de trabalho e fazendo com que a nossa gente seja acolhida com excelência em seu tratamento e reabilitação. Vamos buscar ao longo do mandato, sanar o déficit habitacional com a construção de casas populares a famílias de baixa renda, daremos prioridade aos segmentos empresarial e comercial no processo de aquisição da Prefeitura, promoveremos uma grande transformação no setor educacional, quer seja em infraestrutura, transporte escolar, merenda, formação continuada, material didático e a valorização da classe. Na área de assistência social, vamos fortalecer a rede e otimizar os programas, projetos, ações e atividades que atendam as famílias em vulnerabilidade social, a melhor idade, crianças, adolescentes e jovens, gestantes, e outros”, detalhou o Prefeito Paulinho Bortolini.   

Durante a entrevista, Bortolini, enfatizou que a prioridade das prioridades, é sanar o problema histórico de Nova Santa Helena, e que está ligado a ineficiência do sistema de captação, tratamento e distribuição de água tratada. Ele disse que já nos primeiros dias de mandato dará celeridade a retirada do papel do projeto de revitalização da Estação de Tratamento e Água – ETA, promovendo melhorias estruturais, operacionais, na rede de captação e distribuição, reservatórios e reaparelhamento.

“Estou convicto que esta é a maior reivindicação de nossa comunidade. Não me faltará vontade política e administrativa para resolver este problema, basta gerir os recursos públicos com responsabilidade e transparência. Vou acompanhar de perto essa situação para que seja fornecida água tratada em abundância em toda cidade”, salientou Paulinho.

O Vice-Prefeito eleito, Rafael Agrolima (PSC) que tem 29 anos e é veterinário, terá uma participação efetiva e direta na Governabilidade, pois utilizará de sua experiência e capacidade para incentivar a agricultura familiar, por meio de assistência técnica, aquisição de patrulhas agrícolas, regularização fundiária, capacitação profissional rural, viabilização de incentivos governamentais para fomento e custeio, parceria com associações e cooperativas, industrialização e comercialização dos produtos hortifrutigranjeiros, e outras demandas imprescindíveis para produzir mais e melhor.

Paulinho Bortolini e Rafael Agrolima agradeceram a obtenção dos 55,74% dos votos válidos do eleitorado de Nova Santa Helena, e se comprometeram a pôr em prática de forma gradativa e contínua, o Plano de Governo 2021/2024. Eles esperam poder contar com os segmentos organizados, igrejas, entidades, associações, poder legislativo, imprensa e toda população para reconduzir o município ao processo de desenvolvimento.   

Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Matupá

Região antiga do Bairro Cidade Alta recebe pavimentação asfáltica em Matupá

Empreiteira está fazendo a aplicação da capa asfáltica para posterior complementação com meio-fio, guias, sarjetas e bocas-de-lobo.

Região antiga do Bairro Cidade Alta recebe pavimentação asfáltica em Matupá
Foto: Obras de Pavimentação Bairro Cidade Alta

Está na etapa conclusiva a obra de drenagem e pavimentação asfáltica da região mais antiga do Bairro Cidade Alta no município de Matupá, compreendendo a Avenida Interpeninsular sentido Linha do Ranário e as Ruas 13, 14 e 15.

Foram desenvolvidos serviços de implantação de sistema de drenagem pluvial, terraplenagem e agora a aplicação da capa asfáltica nestas importantes vias, contemplando residências e diversos comércios.

O projeto de infraestrutura era um compromisso assumido pelo Prefeito Valtinho Miotto, que abrangeu também o chamado Cidade Alta/Bom Futuro e os Conjuntos Habitacionais (Casas Populares), além dos equipamentos públicos como: Creche, Escola, Posto de Saúde e as imediações das Igrejas e AMAII.

Logo em seguida a empreiteira executará os trabalhos de meio-fio, guias, sarjetas e bocas de lobo.

A expectativa é de que até o final deste ano o Bairro Cidade Alta esteja 100% coberto com drenagem e pavimentação asfáltica. 

“Essa sempre foi uma região problemática com relação a intensa poeira no período de estiagem e a lama na época de chuvas. Estamos fazendo um grande enfrentamento no que se refere ao clima, mas também buscamos aproveitar os breves momentos de sol para dar celeridade a essas obras de infraestrutura e urbanismo. Isso representa a melhoria da qualidade de vida das pessoas, melhores condições de trafegabilidade, valorização dos imóveis e embelezamento da comunidade. Fico muito feliz em poder cumprir este compromisso com os moradores”, disse o Prefeito Valtinho Miotto.

Continue Lendo

ELEIÇÕES 2020

Procuradoria Regional Eleitoral dá PROVIMENTO a Inelegibilidade de Fernando Zafonato

Ministério Público Eleitoral através da Procuradoria Regional de MT acolhe neste dia 19 de novembro o pedido de inelegibilidade e indeferimento do registro de candidatura do Democrata.

Procuradoria Regional Eleitoral dá PROVIMENTO a Inelegibilidade de Fernando Zafonato
Foto: Conclusão do Procurador

O Ministério Público Eleitoral através da Procuradoria Regional Eleitoral de Mato Grosso manifestou-se favorável ao Provimento do Recurso Nº 0600402-20.2020.6.11.0033 que requereu a impugnação do registro da candidatura de Fernando Zafonato (DEM) à Prefeito Municipal de Matupá-MT no pleito de 15 de novembro de 2020.

Segundo o Ministério Público, Zafonato, foi condenado em 1ª e 2ª Instâncias, e teve os direitos políticos suspensos em decisão de órgão colegiado, por ato doloso de improbidade administrativa quando era prefeito da cidade, por direcionamento de processo licitatório na contratação de transporte escolar por valores acima dos praticados no mercado, além de pagamentos por serviços que jamais foram prestados à Prefeitura Municipal, provocando notadamente lesão ao patrimônio e prejuízos ao erário público.

O Procurador Regional Eleitoral, Erich Raphael Masson, concluiu em seu Parecer Ministerial que deva ser reconhecida a INELEGIBILIDADE e o INDEFERIMENTO do Registro de Candidatura (Cassação), em conformidade a Legislação Eleitoral, que se enquadra como sendo ‘Ficha Suja’.

Fernando Zafonato, é considerado reincidente, já que no ano de 2008 foi cassado pela Justiça Eleitoral devido a compra de votos através do oferecimento de combustível, cestas básicas e até troca de calcário por votos.

Já em 2012, ele chegou a concorrer ao cargo de prefeito em meio a uma batalha judicial que levou à não contabilização dos seus votos pelo TRE-MT.

Para o Procurador Regional Eleitoral de Mato Grosso, na síntese processual, está explicita a configuração da inelegibilidade, uma vez que existem fundamentações do não cumprimento da probidade administrativa e moralidade para o exercício do mandato eletivo, conforme preceitos da Constituição Federal de 1988.

Com a cassação do registro da candidatura e a manutenção da inelegibilidade os votos dos eleitores Matupaenses poderão ser anulados, ensejando a não diplomação pela Justiça Eleitoral, prevista e agendada para o dia 18 de dezembro de 2020.

Leia na Integra o Parecer Ministerial da Procuradoria Regional Eleitoral em Mato Grosso emitido em 19 de novembro de 2020.

https://drive.google.com/file/d/1tnympiszxcP4uP-B8lulLZYRAzvTKWDg/view?usp=sharing 

 

 

Continue Lendo

Nortão

OCB-MT e FECOMIN fazem visitas técnicas a empreendimentos de mineração

Projeto 'Conversando com as Cooperativas' visa fortalecimento da cadeia produtiva de mineração nas mais de 30 cooperativas do ramo em MT.

OCB-MT e FECOMIN fazem visitas técnicas a empreendimentos de mineração
Foto: Visita da OCB-MT e FECOMIN nos garimpos de ouro
A convite da Federação das Cooperativas de Mineração – FECOMIN-MT, o Presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB-MT), Dr. Onofre Cezário de Souza Filho, esteve visitando a região Vale do Rio Peixoto para conhecer a campo o desenvolver da atividade de extração mineral de ouro.
 
Acompanhado do Presidente da FECOMIN, Gilson Gomes Camboim, ele visitou três frentes de lavra garimpeira em franca atividade, onde são empregados tecnologia de sondagens, pesquisas geológicas, maquinários pesados, plantas de mineração e diferentes processos de extração do ouro, tudo dentro dos parâmetros permitidos pela legislação ambiental, ou seja, com suas devidas licenças prévias, de instalação e de operação.
 
 
Na oportunidade foram visitadas as compras de ouro que registram crescimento nas negociações neste momento de alta nas cotações. Elas atuam legalmente, pois são credenciadas e habilitadas junto ao Banco Central do Brasil.
 
O ouro está sendo considerado o porto seguro para investimentos em tempos de crise, e o movimento se intensificou ainda mais durante a pandemia, e isso representa dividendos tributários para as esferas de governo.
 
A OCB-MT e a FECOMIN-MT estiveram presentes na Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto (COOGAVEPE) com intuito de estreitar o relacionamento institucional em prol do fortalecimento do cooperativismo através da organização, planejamento administrativo, financeiro e jurídico, educação cooperativista, profissionalização, visão sustentável e social.
 
 
Todas as mais de 30 cooperativas do ramo mineral existentes no estado de Mato Grosso estarão recebendo a visita do Presidente da OCB-MT, Dr. Onofre Cezário, no chamado projeto ‘Conversando com as Cooperativas’.
 
“Nós da FECOMIN estamos trabalhando para dar visibilidade a extração mineral desenvolvida de forma legalizada no estado de Mato Grosso. Minimizando drasticamente os impactos ambientais e efetivamente fazendo se cumprir e acontecer a recuperação da área degrada, tornando o passivo em novas fontes de renda como, piscicultura, fruticultura, pastagem para bovinocultura e reflorestamento. Atuando organizadamente iremos produzir mais, gerar postos de trabalho, incrementar a arrecadação de impostos, fomentar a economia regional, melhorar a qualidade de vida dos garimpeiros e desenvolver ações sociais nas comunidades. Isto é possível, e estamos prontos para contribuir para o aprimoramento das políticas públicas para o setor mineral”, destacou o Presidente Gilson Gomes Camboim.
 
Continue Lendo

Mais lidas da semana