Redes Sociais
Redes Sociais

Matupá

CREAS: 4.000 pessoas foram atingidas na Campanha Contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Foi apresentado o histórico de todas as ações, mobilizações e atividades intensificadas no mês em que se comemora o Dia Nacional de Enfrentamento.

CREAS: 4.000 pessoas foram atingidas na Campanha Contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes
Foto: Participantes da Reunião

A Coordenação do CREAS de Matupá convocou os representantes da Rede Social de Proteção para uma reunião expositiva e de avaliação da Campanha Contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes desenvolvida ao longo do mês de maio.

Estiveram presentes o Conselho Tutelar, Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Núcleo de Apoio a Saúde da Família, Secretaria de Educação, Centro de Referência de Assistência Social e a Promotoria de Justiça.

A Psicóloga Marlene Tomaz, apresentou em data-show um histórico de todas as ações, mobilizações e atividades intensificadas no mês em que se comemora o Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescente (18 de maio).

Foram palestras orientativas envolvendo a rede hoteleira, motoristas de transporte coletivo, mototaxistas e taxistas, além de rodas de conversação com os beneficiários dos projetos Mulheres Empoderadas, Melhor Idade em Ação e com os estudantes de das escolas estaduais, municipais e particulares, além da afixação de faixas em pontos estratégicos, divulgação por meio de entrevistas, matérias jornalísticas e informes no rádio, tv, sites e redes sociais. Este ano a inovação que chamou a atenção de uma forma lúdica, mas extremamente eficaz foi a apresentação de teatro temático com fantoches.   

Os dados apontam que mais de 4.000 pessoas foram atingidas.

Durante a reunião foram feitos alguns apontamentos para melhor integração das políticas públicas com a justiça, segurança pública, assistência social, educação e saúde para o acolhimento e o atendimento integral às crianças e adolescentes vítimas de violência.

“Todos nós estivemos e continuamos engajados nesta luta. Com esses resultados extremamente positivos apresentados pelo CREAS, o MPE e o Juizado da Infância e Juventude permanecerá firme a atuante nesta mobilização e sensibilização, afim de informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes, garantindo a esse público o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual”, declarou a Promotora de Justiça da Comarca de Matupá, Dra. Rebeca Rego.

Estatísticas alertam para a importância de denunciar

Em todo o país, entre 2011 e 2017, foram registrados 184.524 casos de violência sexual contra crianças e adolescentes na rede pública de saúde brasileira, conforme o boletim Análise Epidemiológica da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes no Brasil, divulgado ano passado pelo Governo Federal. As notificações mostram que as crianças e adolescentes são geralmente agredidos em casa (70% dos casos), por agressores do sexo masculino (80%), que mantinham vínculo de parentesco/amizade com as vítimas (64%).

Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Mais lidas da semana