Redes Sociais
Redes Sociais

Peixoto de Azevedo

COOGAVEPE convoca ANORO, DTVM e FECOGAT para debater Comercialização Legal do Ouro

Unificação dos procedimentos irão desburocratizar e dar mais formalidade ao processo de transporte e comercialização do ouro extraído no Vale do Rio Peixoto.

ANORO
Foto: Divulgação

Foi realizada reunião institucional envolvendo a Diretoria da Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto – COOGAVEPE, Associação Nacional do Ouro – ANORO, Federação das Cooperativas de Garimpeiros do Tapajós-PA e os empresários que representam as Bandeiras: OURO MINAS, PARMETAL, COLUNA, REAL BRASIL e D’GOLD - Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários credenciadas e habilitadas pelo Banco Central e que atuam no mercado regional.

O objetivo do encontro foi o fortalecimento da cadeia produtiva mineral por intermédio da unificação e uniformização de documentos, regras, processos e normas para a compra de ouro.

Também esteve em pauta a otimização das ferramentas legais para o transporte e compra de ouro no Vale do Peixoto, mobilização para inserção do trabalhador garimpeiro no sistema previdenciário nacional e no incremento da receita dos municípios por meio da obrigatoriedade da emissão da Nota Fiscal, bem como, o avanço no contexto de arrecadação do Imposto sobre Operação Financeira (IOF-Ouro) e CFEM que retornam aos cofres das Prefeituras Municipais da área de abrangência da COOGAVEPE.

O Presidente da Cooperativa de Garimpeiros, Gilson Gomes Camboim, lembrou que no ano de 2017 a instituição implantou o sistema integra da COOGAVEPE diretamente nas Compras de Ouro, o que possibilitou a unificação de tarefas em conjunto para que o objetivo final alcance seus devidos resultados, dando assim visibilidade ao potencial econômico da cadeia produtiva de mineração.

“Essa ferramenta tecnológica idealizada pela COOGAVEPE por ser estendida para todo território nacional e precisamos do apoio da ANORO e DTVMs. Desta forma estamos construindo políticas públicas para o setor mineral e promovendo formalizando do procedimento de comercialização do minério, dentro do que preceitua a legislação, em especial na contextualização da atuação das cooperativas do ramo”, enfatizou Camboim.

O Presidente da ANORO, Dirceu Frederico Sobrinho, disse que a COOGAVEPE é uma referencia nacional em cooperativismo mineral, e no que depender da Associação Nacional do Ouro, as propostas, planos e programas proativos para o desenvolvimento sustentável da mineração, implementação de projetos e ações socioambientais terão respaldo absoluto, e colocou a instituição a disposição para formalização de cooperação técnica de consultoria administrativa, jurídica, tecnológica e demais parcerias que otimizem e fortaleçam o empreendedorismo mineral em Mato Grosso e no Brasil.

Mais Fotos
Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Mais lidas da semana