Redes Sociais
Redes Sociais

Peixoto de Azevedo

COOGAVEPE convoca ANORO, DTVM e FECOGAT para debater Comercialização Legal do Ouro

Unificação dos procedimentos irão desburocratizar e dar mais formalidade ao processo de transporte e comercialização do ouro extraído no Vale do Rio Peixoto.

ANORO
Foto: Divulgação

Foi realizada reunião institucional envolvendo a Diretoria da Cooperativa de Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto – COOGAVEPE, Associação Nacional do Ouro – ANORO, Federação das Cooperativas de Garimpeiros do Tapajós-PA e os empresários que representam as Bandeiras: OURO MINAS, PARMETAL, COLUNA, REAL BRASIL e D’GOLD - Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários credenciadas e habilitadas pelo Banco Central e que atuam no mercado regional.

O objetivo do encontro foi o fortalecimento da cadeia produtiva mineral por intermédio da unificação e uniformização de documentos, regras, processos e normas para a compra de ouro.

Também esteve em pauta a otimização das ferramentas legais para o transporte e compra de ouro no Vale do Peixoto, mobilização para inserção do trabalhador garimpeiro no sistema previdenciário nacional e no incremento da receita dos municípios por meio da obrigatoriedade da emissão da Nota Fiscal, bem como, o avanço no contexto de arrecadação do Imposto sobre Operação Financeira (IOF-Ouro) e CFEM que retornam aos cofres das Prefeituras Municipais da área de abrangência da COOGAVEPE.

O Presidente da Cooperativa de Garimpeiros, Gilson Gomes Camboim, lembrou que no ano de 2017 a instituição implantou o sistema integra da COOGAVEPE diretamente nas Compras de Ouro, o que possibilitou a unificação de tarefas em conjunto para que o objetivo final alcance seus devidos resultados, dando assim visibilidade ao potencial econômico da cadeia produtiva de mineração.

“Essa ferramenta tecnológica idealizada pela COOGAVEPE por ser estendida para todo território nacional e precisamos do apoio da ANORO e DTVMs. Desta forma estamos construindo políticas públicas para o setor mineral e promovendo formalizando do procedimento de comercialização do minério, dentro do que preceitua a legislação, em especial na contextualização da atuação das cooperativas do ramo”, enfatizou Camboim.

O Presidente da ANORO, Dirceu Frederico Sobrinho, disse que a COOGAVEPE é uma referencia nacional em cooperativismo mineral, e no que depender da Associação Nacional do Ouro, as propostas, planos e programas proativos para o desenvolvimento sustentável da mineração, implementação de projetos e ações socioambientais terão respaldo absoluto, e colocou a instituição a disposição para formalização de cooperação técnica de consultoria administrativa, jurídica, tecnológica e demais parcerias que otimizem e fortaleçam o empreendedorismo mineral em Mato Grosso e no Brasil.

Mais Fotos
Comentários
Aviso Legal: Qualquer texto publicado na internet através doNotícia Vip , does not reflect the opinion of this site or its authors and is the responsibility of the readers that publish.

Matupá

Secretaria de Saúde faz nebulização contra o mosquito aedes aegypti em Matupá

Ações de prevenção e combate ao mosquito transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela são intensificadas neste período de chuvas.

Secretaria de Saúde faz nebulização contra o mosquito aedes aegypti em Matupá
Foto: Serviço de Nebulização - Bloqueio

A Secretaria Municipal de Saúde de Matupá através da Vigilância Epidemiológica está fazendo o trabalho de eliminação de possíveis focos do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela. 

Os Agentes de Combate a Endemias desenvolvem a orientação à população sobre o aproveitamento deste momento de quarentena em virtude do Coronavírus para promoção de limpeza em regra no interior e nos quintais das moradias, afim de localizar e eliminar qualquer recipiente que acumule água e que são por si só potenciais criadouros do mosquito, como: latinhas, garrafas, copos plásticos, baldes, caixas de água e os demais que possam conter larvas do aedes aegypti.

Esta ação preventiva abrangerá todos os bairros e caso haja a constatação da existência do criadouro, imediatamente o proprietário do imóvel será notificado para providenciar a limpeza do local no prazo estabelecido pela legislação. Em contrapartida, os Agentes de Endemias executam os serviços de bloqueio e controle vetorial para que não haja a proliferação do mosquito.

A melhor forma de se evitar a dengue, chikungunya, zika vírus e a febre amarela é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor das doenças.

Dicas:

- Não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d’água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

Continue Lendo

Nova Santa Helena

Governador atende pleito de Prefeita e empreiteira irá construir a Ponte do Rio Parado na MT-320

Serão investidos mais de R$ 1,7 milhão na construção da ponte de concreto de 30 metros de extensão por 8 metros de largura.

Governador atende pleito de Prefeita e empreiteira irá construir a Ponte do Rio Parado na MT-320
Foto: Placa da Obra na MT-320

Depois de utilizar as redes sociais como ferramenta de reivindicação junto ao Governo do Estado e a Secretaria de Estado de Infraestrutura (SINFRA-MT), por meio de registro de fotos e filmagens da precariedade da situação da Ponte de Madeira sobre o Rio Parado na rodovia MT-320, ligando Nova Santa Helena ao município de Marcelândia, a Prefeita Santa Helenense, Terezinha Guedes Carrara, comemorou a chegada dos operários e contêineres para a montagem do canteiro de obras da empresa vencedora do processo licitatório, cuja ordem de serviço foi dada em meados de outubro de 2019 para a construção da ponte de concreto de 30 metros de extensão por 8 metros de largura nesta importante via estadual.

“A situação caótica da ponte de madeira estava causando transtornos ao escoamento da produção agropecuária, mas principalmente gerando insegurança a todos que por ela transitavam. Fizemos inúmeras parcerias com os produtores e desenvolvemos várias manutenções, reparos e revitalizações, porém, diante do grande fluxo de carretas pesadas o madeiramento acaba não suportando e se deteriora em pouco tempo. Já observamos longas filas de caminhões carregados de grãos aguardando a passagem com destino aos armazéns e secadores, e também registramos graves acidentes com vítimas fatais neste local. Usei sim as redes sociais e fiz os encaminhamentos ao nosso Governador Mauro Mendes e ao Secretário de Infraestrutura Marcelo Padeiro, que sensibilizados com a situação determinaram o início imediato das obras”, comemorou a Prefeita Terezinha Guedes Carrara.

Segundo a prefeita, deverão ser investidos R$ 1.759.574,85 e já se observa a montagem do canteiro de obras da empresa Rivoli do Brasil SPA. Pelas informações constantes na placa, o prazo de execução encerra-se Novembro de 2020.

“Esta obra é prioritária para toda essa região, temos um grande potencial agropecuário e que cresce a cada ano. Convivermos com dificuldades na logística de escoamento da produção e aceitarmos que vidas sejam ceifadas por falta de uma infraestrutura segura, confiável e de qualidade, não condiz com os compromissos assumidos pelas esferas de governo. Mesmo em se tratando de uma rodovia estadual, colocamo-nos a disposição para contribuir no que for necessário. Agradeço ao Governador Mauro Mendes e ao Secretário de Infraestrutura, Padeiro, por ter acionado a empreiteira para iniciar e concluir as obras dentro do que está previsto no projeto de engenharia”, salientou a Prefeita Terezinha.

Continue Lendo

Saúde

Idade média de pacientes diagnosticados com Covid-19 em MT é de 42 anos

25 casos foram confirmados no estado até esta terça-feira.

Idade média de pacientes diagnosticados com Covid-19 em MT é de 42 anos
Foto: Divulgação

Dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgados nesta terça-feira (31) mostram que a idade média dos pacientes diagnosticados com Covid-19 em Mato Grosso é de 42 anos.

Conforme o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, 25 casos foram confirmados no estado até esta terça-feira.

Desde total, segundo boletim divulgado pela SES, 50% são homens e 50% mulheres.

Oito pacientes que testaram positivo para o coronavírus estão internados, sendo que quatro deles em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e os outros quatro em enfermarias.

Os outros 17 pacientes são tratados em casa, com medidas de isolamento.

Os casos suspeitos são tratados pelo estado como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que inclui a Covid-19 bem como outros tipos de Influenza.

Dos 25 casos de Covid-19, 18 foram registrados em Cuiabá, dois em Várzea Grande, um em Nova Monte Verde e quatro em Rondonópolis.

A Secretaria Estadual de Saúde não repassa mais a informação sobre a quantidade de casos suspeitos, ficando a cargo dos municípios essa informação.

Continue Lendo

Mais lidas da semana